Viver

Fotogaleria: 'Rumble in the Jungle' o ringue que juntou dois "pesos-pesados" da música, no Texas

3 dez 2017 00:00

O 'combate do século' terminou em Leiria com um empate por K.O. técnico

Fotografia: Ricardo Graça
Fotografia: Ricardo Graça
Fotografia: Ricardo Graça
Fotografia: Ricardo Graça
Fotografia: Ricardo Graça
Fotografia: Ricardo Graça
Fotografia: Ricardo Graça
Fotografia: Ricardo Graça
Fotografia: Ricardo Graça
Fotografia: Ricardo Graça
Fotografia: Ricardo Graça
Fotografia: Ricardo Graça
Fotografia: Ricardo Graça
Fotografia: Ricardo Graça
Fotografia: Ricardo Graça
Fotografia: Ricardo Graça
Jacinto Silva Duro

Clique em cima para ver a fotogaleria.

O Texas Bar, em Barreiros, Amor (Leiria), encheu-se ontem, sábado, à noite para a segunda noite da tournée nacional Rumble in the Jungle, que junta The Legendary Tigerman (Paulo Furtado) aos Linda Martini, num concerto que "rouba" o nome ao combate do século que opôs os campeões de boxe, categoria Peso-Pesado, George Foreman a Muhammad Ali.

Com o termómetro a marcar -1º C lá fora, calor era coisa que não faltava dentro da sala de espectáculos. O primeiro a subir ao palco foi "o lendário homem-tigre" que iniciou o combate com o tema Wild Beast, um jab, bem colocado, que baixou a guarda do público, para a hora de música que se seguiria.

O primeiro golpe foi tão intenso que o público ficou meio atarantado e foi preciso que o Legendary Tigerman contasse umas piadas sobre nudez e sauna e exultasse quem assistia, a revelar alguma energia.

Como os espectadores demoraram a reagir, Paulo Furtado deixou-os quase sem sentidos com o seu jogo de pernas. Tocou a sua versão do clássico de Nancy Sinatra, These boots are made for walking, conseguindo, por fim, entusiasmar o público a cantar e marchar consigo.

Mas tudo foi apenas uma manobra de distracção para o músico lançar um uppercut inesperado directamente no maxilar de quem se acotovelava, na pequena sala, para o ouvir.

O golpe veio sob a forma de um convite aos Linda Martini para subiram a palco ajudar a tocar o mais recente tema de The Legendary Tigerman - Fix of Rock N'Roll, avanço do álbum que o músico de Coimbra vai apresentar no início do ano. O tema, portentoso q.b., não deixou ninguém indiferente.

Após um golpe tão devastador, o Tigerman decidiu animar ainda mais as coisas e, armado apenas com o microfone, saltou para o meio dos espectadores apostado em transmitir alguma da sua contagiante energia ao público, regressando, pouco depois, para, praticamente, terminar a actuação aos pulos em cima em cima da bateria.

Depois de tão electrizante actuação, o round reservado para os Linda Martini, prometia.

A banda de Lisboa começou bem, com um gancho directo ao som de Ratos, tendo-se socorrido do público para ultrapassar uma amnésia selectiva sobre a última data em que tocou em Leiria, sendo correspondida por uma reacção muito acalorda da audiência, que cantou com eles temas do colectivo como Amor Combate, Dá-me a tua melhor faca ou Gravidade

Os Linda Martini, que lançaram o primeiro álbum em 2006, são um sério caso de popularidade na música nacional e tudo aponta que, a trabalhar assim, vão continuar a ganhar distinções como autores dos melhor discos nacionais do ano. 

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.