Sociedade

Festas de São Pedro começam hoje em Porto de Mós

28 jun 2019 00:00

Carminho e Paulo Gonzo serão os cabeças-de-cartaz da edição deste ano, que decorre até 7 de Julho. Haverá oito estacionamentos periféricos.

festas-de-sao-pedro-comecam-hoje-em-porto-de-mos-10410

Arranca esta sexta-feira, dia 28, mais uma edição das Festas de São Pedro, que se prolongam até dia 7 de Julho. Serão dez dias de muita animação, com mais de uma centena de actividades programadas, desde concertos musicais, desporto, atelier de culinária e demonstrações gastronómicas, marchas populares e eventos tauromáquicos e equestres, sem faltar as tradicionais tasquinhas, que continuam a ser um dos principais atractivos das festas.

Na área da restauração, que será assegurada por colectividades do concelho, os visitantes poderão degustar pratos típicos do concelho, como os tortulhos de Mira de Aire, a morcela de Alqueidão da Serra e os Pastéis de Mós, uma das iguarias candidatas às 7 Maravilhas Doces de Portugal.

Caberá à Bandinha Mirense a honra de abrir a edição deste ano das festas, com actuação a partir das 19 horas de amanhã no recinto do evento (junto às piscinas municipais). Mas o momento alto deste dia serão as marchas populares, que pelas 21:30 horas começarão a desfilar pela Avenida de Santo António. No dia 6 de Julho, voltarão a marchar, desta feito, no recinto das festas, a partir das 19 horas.

Para sábado, dia de São Pedro e do feriado municipal, está agendada a inauguração oficial das festas, pelas 18:30 horas. Antes, pelas 15 horas, o castelo receberá a segunda edição dos Prémios D. Fuas, que este ano irão distinguir 43 empresas, Samuel Martins, investigador natural do concelho que receberá o Prémio Carreira, e a Associação de Serviço e Socorro Voluntário de São Jorge, reconhecida na categoria Responsabilidade Social.

O programa de domingo, 30 de Junho, contempla a realização de um missa campal, a ter lugar pelas 16 horas, nas traseiras da Igreja de São Pedro (Praça João Matias), seguida de procissão. A animação nocturna estará a cargo do grupo Os das Caldas e do DJODJE. No dia seguinte, 1 de Julho, haverá um espectáculo de tributo aos Xutos & Pontapés. A música dos anos 80 estará em destaque na noite de 2 de Julho, com a actuação da banda Oitentamente.

Maria Lisboa actua na quarta-feira, dia 3, os FH5, no dia 4, e a banda Dealema e o DJ Paulo Mendes, no dia 5. A fadista Carminho será a principal atracção do dia 6 de Julho, sábado, actuando pelas 22:30 horas. No dia seguinte, à mesma hora, subirá ao palco Paulo Gonzo.

Neste dia, que encerra os festejos, está também agendada uma corrida de touros, evento que gerou alguma polémica, tendo sido promovida uma petição pública a solicitar ao Município e ao Fundo Social dos Trabalhadores da Câmara a não realização do certame.

Actividades além da música

Mas nem só de música se faz o programa das Festas de São Pedro, onde haverá também lugar para o desporto. O Parque Almirante Vítor Crespo voltará a acolher a Taça de Portugal de mini-golfe, enquanto o parque desportivo de Porto de Mós receberá mais uma edição do torneio de futebol infantil Júlio Viegas.

No dia 6 de Julho, sábado, terá lugar a 4.ª Corrida S. Pedro By Night, com partida às 21:30 horas. Haverá ainda um picadeiro, onde decorrerão demonstrações equestres. Estão também previstas várias actividades dedicadas àquele que é considerado o melhor amigo do homem, o cão, como uma Cãominhada, a realizar no dia 7 de Julho, pelas 10 horas, um concurso de beleza canina de cães de caça (29 de Junho) e a primeira prova de cão Santo Humberto (dia 29).

Durante os dez dias de festas, haverá ainda demonstrações gastronómicas, por onde vão passar vários chefs, quer no recinto das tasquinhas quer no espaço Cozinha de Demonstração Azeite Morgado.

João Silva será um desses chefs, que estará presente neste último espaço no dia 29, sábado, com uma apresentação subordinada ao tema The Cookiman – Viagens gastronómicas pelo mundo. No dia seguinte, Samuel Mota, gastrónomo natural de Porto de Mós, fará uma demonstração de pratos típicos do concelho. Ana Caseiro, chef pasteleira, irá, no dia 2 de Julho, apresentar doçaria conventual da região, enquanto Luís Santana abordará, do dia 5, a “gastronomia do caracol”. Haverá ainda um atelier do coscurão (dia 1 de Julho) e um workshop de gin.

Parques a menos de dez minutos do recinto

Para facilitar o estacionamento no decorrer das festas, serão disponibilizados oito zonas de aparcamento, “devidamente sinalizadas”, em zonas periféricas ao recinto do evento. Num comunicado à população, o Município frisa que os parques “situam-se quase todos a menos de dez minutos a pé” do recinto, sendo “recomendável a sua utilização nos dias de maior afluência”, de forma a evitar a circulação congestionada junto ao espaço das festas.

“Esta foi uma das lacunas que detectámos no ano passado e que procurámos melhorar na presente edição, com a ajuda da GNR, das corporações de bombeiros do concelho e do coordenador da Protecção Civil Municipal”, refere Eduardo Amaral, vereador da Cultura e vice-presidente da Câmara, adiantando que os parques funcionarão em espaços e terrenos cedidos por particulares.

Naquele comunicado, o Município pede a “colaboração” da população “no sentido de optar pelos espaços destinados ao parqueamento de viaturas, facilitando a circulação de pessoas e viaturas junto ao recinto, em caso de emergência”.

Até dia 8 de Julho
Condicionamentos do trânsito

No decorrer das festas haverá condicionamentos ao trânsito na vila. Assim, até ao dia 8 de Julho, a Rua da Calçada só terá sentido ascendente, entre a central e a escola. Pelo que, nos cruzamentos dessa artéria com a Rua Dr. Manuel Oliveira Perpétua não se poderá virar à esquerda e no cruzamento com a Rua da Fonte não é permitido virar à direita. O acesso às piscinas e parques de estacionamento será feito a partir da Estrada Nacional, junto à central. O caminho agro-florestal, entre as piscinas e a Ponte do Rio Cavaleiro, será uma “via alternativa de evacuação”. Esta sexta-feira, dia 28 de Junho, a Avenida de Santo António estará encerrada ao trânsito, entre as 8 e as 00:00 horas, enquanto a Avenida da Liberdade terá circulação condicionada entre as 20 e as 22 horas. No domingo, dia 30, a Avenida Dr. Licínio Moreira será fechada das 6 às 16:30 e das 18:30 às 20:30 horas. Neste dia, estarão também fechadas, entre as 16:30 e as 18:30 horas, a alameda D. Afonso Henriques, as Avenidas de Santo António e Dr. Francisco Sá Carneiro e a Rua da Saudade.
EVENTOS