Sociedade

Entre drones e tractores robot, IPLeiria vai ter quinta inteligente

8 set 2018 00:00

O Instituto Politécnico de Leiria vai integrar um consórcio, envolvendo diversos investigadores e empresas, que pretende desenvolver tecnologia ligada à agricultura de precisão

entre-drones-e-tractores-robot-ipleiria-vai-ter-quinta-inteligente-9189
Daniela Franco Sousa

O Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) é um dos parceiros doSmart Farm Colab- Laboratório Colaborativo para a Inovação Digital na Agricultura, uma parceria que vai resultar da interacção entre diversos investigadores e empresas que, juntas, vão desenvolver tecnologia capaz de apoiar a agricultura. Paralelamente, esta parceria visa promover a exportação dessa tecnologia inovadora.

Equipamentos e sistemas de monitorização em tempo real, com recurso a tecnologia de última geração, são alguns dos resultados esperados deste consórcio, que pretende disseminar o uso da agricultura digital e obter o máximo de indicadores para criar soluções inovadoras para o tecido económico e impulsionar ligações “estruturadas, eficazes, confiáveis e duradouras” entre a ciência e o sector da horticultura, da viticultura e da fruticultura na Região Oeste.

Outros dos objectivos passam por aumentar o acesso à produção e à informação usando dados em temporeal e promover o uso eficiente dos recursos, em especial da água.

Para isso, esta “quinta inteligente” irá contar com um laboratório que estará localizado num dos edifícios do antigo IVV - Instituto da Vinha e do Vinho, em Torres Vedras.

Fernando Lidon, coordenador científico do Smart Farm Colab, explicou ao JORNAL DE LEIRIA que o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior está a apostar nas parcerias e na transferência de conhecimento entre academia e empresas, e vice-versa. E foi nesse sentido que abriu duas rondas de candidatura para projectos dessa natureza. “Nesta segunda chamada, concorreram 23 projectos, tendo este Laboratório Colaborativo sido aprovado para financiamento.”

Fernando Lidon explica que este Laboratório Colaborativo conta com a coordenação do Município de Torres Vedras, e que, para o implementar, será criada uma associação sem fins lucrativos. Associadas à criação deste Smart Farm Colab estão dezenas de empresas que operam na Região Oeste e também um conjunto expressivo de centros de investigação.

Drones, tractores robot e um centro de dados serão algumas das inovações que irão resultar deste trabalho de parceria.

Neste contexto, o contributo do IPLeiria envolverá o “desenvolvimento de equipamentos e de sistemas de gestão associados ao turismo”, especifica o coordenador científico.

 

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO