Economia

Empresários portugueses apreensivos com crise do Brasil

31 mar 2016 00:00

Para alguns investidores não há motivos para alarme, mas para outros é hora de rever negócios

empresarios-portugueses-apreensivos-com-crise-do-brasil-3552
Daniela Franco Sousa

Por via da exportação ou até através das unidades que foram criando naquele país, são muitos os empresários da região de Leiria que mantêm negócios com o Brasil.

Dados do INE revelam que em 2015 Portugal realizou exportações para o Brasil de cerca de 570 milhões de euros, 5,5% das quais transaccionados por empresas sediadas no distrito de Leiria.

No contexto da grande crise política e económica que tem assolado o Brasil, o JORNAL DE LEIRIA ouviu relatos de quem, em diferentes sectores, trabalha com o outro lado do Atlântico.

Percebemos que há apreensão entre os investidores portugueses. Para alguns há preocupação, mas sem alarme. Para outros, o contexto actual já é suficientemente adverso para obrigar a mudanças de estratégia.

O Brasil está a viver dias muitos conturbados de desemprego, de inflação e de escândalos de corrupção, com um clima de instabilidade que contribui para agravar ainda mais a crise económica do país.

De acordo com cerca de 100 analistas, economistas e investidores privados inquiridos esta semana numa sondagem conduzida pelo banco central, espera-se que este ano a inflação no Brasil seja de 7,31% e que a recessão atinja os 3,66%.

Leia mais na edição impressa ou torne-se assinante para aceder à versão digital integral deste artigo

EVENTOS