Viver

Em busca da “nova música de Leiria” nas escolas

24 out 2019 00:00

Incubadora | Em busca dos novos talentos da música de Leiria, a iniciativa Música Omnipresente vai às escolas do concelho para dar a conhecer aos jovens o universo que envolve a música e ajudar a criar novas bandas

em-busca-da-nova-musica-de-leiria-nas-escolas-10816
Vasco Silva e Hugo Ferreira dirigem-se a alunos da Maceira (Leiria)
Ricardo Graça
Jacinto Silva Duro

Chama-se Música Omnipresente e, neste ano lectivo, tem como objectivo levar artistas e programadores de Leiria em sessões periódicas e intensivas a comunidades escolares do concelho a fim de educar e formar alunos do 2.º Ciclo do Ensino Básico e Secundário, através da música, usando-a como mecanismo para abrir horizontes, trabalhar outras artes, formar públicos com alunos, pais e comunidades, sugerindo-lhes  eventos em espaços culturais da cidade onde estarão em contacto com artistas e programadores de várias áreas.

Mas a iniciativa também incentivará e orientará novas bandas, chamando-as a competir na Feira de Maio, num concurso que procura projectos da “nova música de Leiria”. 

Porém, o primeiro passo é a exploração das potencialidades, a nível pedagógico, de um município cuja imagem de marca se tem afirmado pela música, alicerçada na existência de várias filarmónicas centenárias, escolas de música reputadas e bandas e artistas da chamada “nova música de Leiria” reconhecidos a níveis nacional e internacional, músicos, agentes e programadores culturais, editores, técnicos e promotores.

A iniciativa, que resulta de uma parceria da Omnichord Records com o Serra - Espaço Cultural e apoios do Município de Leiria, JORNAL DE LEIRIA e Livraria Arquivo, irá nos próximos meses às escolas em busca de novos talentos e projectos e, numa abordagem pedagógica, explicar que a música está em todo o lado e que, no universo musical, trabalha muito mais gente além dos artistas. 

“Tocar é a "última das prioridades. Queremos mostrar tudo o resto: como funciona a promoção, os videclipes, os bastidores, isto e aquilo", refere Hugo Ferreira, fundador da Omnichord Records e um dos promotores da Música Omnipresente.

Zus! é força, é coragem, é ânimo

Sabe qual é a última palavra do Dicionário da Língua Portuguesa? É Zus. Esta é uma interjeição que quer dizer força/coragem/ânimo/avante. É também o nome de um concurso criado em 2012, pela Fade In – Associação de Acção Cultural de Leiria, co-organizado pela Omnichord Records, também de Leiria, com o objectivo de descobrir e incentivar a originalidade e o aparecimento de novos talentos musicais, sejam bandas, artistas a solo ou cantautotres, oriundos de todas as escolas do concelho.

Os primeiros a vencer esta competição foram os elementos de uma banda chamada First Breath After Coma (FBAC) e os segundos foram os Backwater and the Screaming Fantasy, colectivo que deu origem aos Whales e a que pertenceu Débora Umbelino, a artista hoje conhecida pelo seu alter-ego, Surma.

As bandas e artistas que surgiram desta iniciativa deram, em 2018, mais de 80 concertos, em 14 países. Este ano, contam já com 60 espectáculos em dez países. "Na época, contactámos as associações de estudantes do ensino secundário e desafiámos as bandas das escolas a concorrer nesse concurso de bandas do secundárias", recorda Hugo Ferreira. O resultado foi tão positivo que, agora, a receita vai voltar a ser confeccionada. 

Em Maio de 2020, num dos palcos da Feira de Leiria/Feira de Maio, o Zus!, ou uma reencarnação dele com uma filosofia semelhante, estará de volta, desafiando o público a eleger uma nova banda saída das escolas secundárias do concelho.  

Locais onde decorrem as acções

Agrupamento Escolar Rainha Santa Isabel
Agrupamento Escolar das Colmeias
Escola Secundária Afonso Lopes Vieira
Agrupamento Escolar dos Marrazes
Agrupamento Escolar Domingos Sequeira
Agrupamento Escolar Dom Dinis
Agrupamento Escolar Dr. Correia Mateus
Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo
Escola Superior de Educação e Ciências Sociais
Agrupamento Escolar Henrique Sommer
Agrupamento Escolar da Caranguejeira e Santa Catarina da Serra
Serra Espaço Cultural (Reixida/Leiria)
Celeiro da Casa do Terreiro (Leiria)

Mas, primeiro, é necessário fazer o chamado trabalho de sapa e captar jovens e criar projectos. Para perceber que pontos a abordar nas sessões, os promotores da acção abordaram Surma e elementos dos Whales e First Breath After Coma e perguntaram "quando andavam no secundário, que assuntos da música queriam saber?"

Duzentos inscritos

Várias escolas do concelho receberam já encontros iniciais de contacto para captar voluntários e o projecto conta já com 200 alunos inscritos, a partir de mais de mil inquéritos, realizados a outros tantos estudantes. 

Agora segue-se o trabalho a sério. As escolas e a Música Omnipresente vão tentar criar horários extra-curriculares para as sessões, onde a música será escalpelizada e onde se incentivará a criação de bandas para concorrerem, em Maio, no evento da Feira de Leiria destinado a projectos musicais originais, provenientes do ensino secundário. 

Música Omnipresente
Fotografia: Ricardo Graça

Em Novembro haverá uma nova sessão com os inscritos e em Dezembro, nas férias, haverá um encontro intensivo de um dia, com três períodos de 45 minutos de manhã e de tarde. Em Janeiro e Fevereiro haverá mais duas sessões e em Março, haverá novo encontro intensivo. Em Abril, acontecerá a primeira eliminatória para as bandas que irão à Feira de Leiria

Cada escola terá um tutor musical, que será sempre um ex-aluno do estabelecimento. Entre  eles, estão os músicos Débora Umbelino (Surma), Nuno Rancho, Vasco Silva, e os promotores Gui Garrido e Hugo Ferreira, que orientará os grupos de trabalho. 

As caras da Música Omnipresente nas escolas

Ana Sofia Ribeiro (Lince) Tutora na EB Colmeias
Débora Umbelino (Surma) Tutora e ex-aluna na ESFRL
Filipe Rocha (Sean Riley/The Allstar Project) Tutor e ex-aluno na Escola Dom Dinis
Gui Garrido (Festival A Porta) Tutor e ex-aluno na ES Domingos Sequeira
Hugo Ferreira (Omnichord Records) Tutor e ex-aluno no AE Henrique Sommer
Miguel Ferraz (Casota Collective) Tutor na EB Santa Catarina da Serra
Nuno Rancho (Few Fingers) Tutor no AE Rainha Santa Isabel
Paulo Mouta Pereira (produtor) Tutor na EB Correia Mateus
Pedro Marques (FBAC) Tutor na EB Correia Alexandre
Rui Gaspar (FBAC) Tutor na EB Marrazes
Telmo Soares (FBAC) Tutor e ex-aluno na EB José Saraiva
Vasco Silva (Whales) Tutor e ex-aluno na ESALV 

Se nas escolas aparecer mais do que uma banda, haverá uma eliminatória, com uma selecção interna para escolher o grupo que vai concorrer.  

"Já os alunos do segundo ciclo, no final das sessões, terão de nos apresentar alg

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO