Economia

Dezenas de postos no distrito de Leiria sem combustível

17 abr 2019 00:00

Forças de segurança sem problemas de abastecimento até agora

dezenas-de-postos-no-distrito-de-leiria-sem-combustivel-10151
Raquel de Sousa Silva

Dezenas de postos de abastecimento do distrito estão inoperacionais por falta de combustível, resultado da greve nacional dos motoristas de matérias perigosas. Nos que ainda funcionam, há apenas gasolina e as filas avolumavam-se.

Em Leiria, ao início desta tarde, são poucos os postos onde ainda é possível abastecer, e apenas com gasolina. Entre eles estão, por exemplo, a BP da Nova Leiria e da Mouzinho de Albuquerque, a Repsol da Nova Leiria e a Galp junto à rotunda do McDonald's.

Na terça à tarde, a Alves Bandeira, nos Marinheiros, era um dos locais onde ainda havia gasóleo e gasolina. Mas hoje por volta das 14 horas já tinha acabado. “A afluência foi uma loucura”, contou ao JORNAL DE LEIRIA um responsável pelo espaço.

No Intermarché da Gândara (Leiria), na terça à tarde ainda havia gasolina de 98 octanas. Hoje, por volta da hora de almoço, o acesso à bomba estava já fechado.

Um aviso informava que tal se devia à “greve geral dos motoristas de matérias perigosas” e que não havia “previsão de abastecimento”.

O posto da mesma marca na Maceira fechou ao final da tarde de terça-feira.

A Galp, junto à rotunda de Porto Moniz, em Leiria, e o Pingo Doce, na Gândara, são outros exemplos de postos que ainda tinham combustíveis na terça à tarde mas já não na quarta à hora de almoço.

Ontem de manhã, na reunião do Centro de Coordenação Operacional Distrital de Leiria, foi feito o ponto de situação no que toca ao abastecimento das forças de segurança e socorro, e estudadas medidas de contingência caso a greve se prolongue.

De acordo com o comandante Carlos Guerra, não havia na altura problemas de abastecimento das forças de segurança.

Ficou definido que será analisada a rede de postos para perceber quais os que têm combustíveis de reserva – com a declaração, por parte do governo, do estado de crise energética são obrigados a manter reservas – e estudadas formas de fazer chegar combustíveis a pelo menos um desses postos em cada município, para garantir o abastecimento das forças de segurança caso a greve se estenda no tempo.

A plataforma criada pela VOST Portugal (Voluntários Digitais em Situações de Emergência) apontava ontem à hora de fecho desta edição 43 postos de abastecimento no distrito de Leiria sem gasóleo, gasolina ou ambos. Sendo que a plataforma é 'alimentada' com informação dos utilizadores, poderá haver lacunas.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO