Saúde

Dermopigmentação melhora auto-estima de vítimas de cancro

8 fev 2019 00:00

Tatuagem médica contribui para bem-estar do doente.

dermopigmentacao-melhora-auto-estima-de-vitimas-de-cancro-9851

A dermopigmentação paramédica é uma aliada da medicina estética para devolver a auto-estima a vítimas de doenças oncológicas, acidentes traumáticos ou outro tipo de problemas de saúde que deixam marcas visíveis nos doentes.

Em apenas uma sessão, este processo de tatuagem médica devolve a auto-estima, na maioria dos casos, muito baixa depois do sofrimento passado por enfrentar o cancro.

Alguns dos casos que chegam às mãos de Carina Pereira, terapeuta em dermopigmentação e proprietária da Clínica Viva, em Leiria, são mulheres que sofreram mastectomias, após cancro da mama. “A dermopigmentação paramédica trabalha os casos oncológicos, pós traumáticos.

É possível, por exemplo, criar a auréola mamária e o mamilo através da técnica de introdução de pigmento na pele, a chamada tatuagem médica. Depois de uma mastectomia há reconstrução da mama, mas nem sempre é possível fazer a reconstrução do mamilo, pois o corpo rejeita, por vezes, o enxerto”, explica Carina Pereira.

Esta técnica não é definitiva, mas não desaparece na totalidade. “Só é preciso fazer retoques de dois em dois anos.”

Os efeitos da quimioterapia, com a queda de cabelo, de sobrancelhas e pestanas, também podem ser aligeirados recorrendo a esta técnica. “Podemos fazer a recuperação fio a fio de uma sobrancelha ou o efeito eyeliner antes ou após a queda da pestana.”

“É o poder da transformação. Este é um tratamento que 

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO