Sociedade

Cientista de Leiria procura alternativas aos antibióticos

28 jan 2018 00:00

Ana Jorge coordena grupo de investigação na Universidade de Tübingen, na Alemanha

cientista-de-leiria-procura-alternativas-aos-antibioticos-8017
Maria Anabela Silva

As previsões são assustadoras. Estima- se que, nos próximos 35 anos, as infecções resultantes de bactérias resistentes aos antibióticos sejam “responsáveis pela morte de 10 milhões de pessoas por ano”, tornando- -se numa causa de morte “maior do que o cancro”.

Ora, é para ajudar a travar esta “ameaça à saúde pública” que Ana Jorge está a trabalhar. Natural de Leiria, a investigadora integra o Departamento de Biologia da Infecção da Universidade Tübingen, na Alemanha, que procura conhecer melhor a bactéria Staphylococcus aureus, uma das principais causas de infecções hospitalares resistentes a antibióticos.

Ana Jorge lidera uma das quatro equipas do departamento, cada uma com a missão de estudar a mesma bactéria, mas em diferentes perspectivas. “O ambiente multidisciplinar do grupo é uma mais valia para o avanço dos diferentes projectos, como a interacção bactéria-hospedeiro humano, microbioma do nariz humano (local onde esta bactéria coloniza sem causar problema), parede celular ou lípidos bacterianos”, explica.

A equipa coordenada pela investigadora portuguesa, que integra estudantes e técnicos de laboratório, está responsável pelo estudo da “membrana celular” da bactéria e de “mecanismos adjacentes” que esta desenvolve e que “contribuem para a resistência a antibióticos”.

Por outro lado, o grupo encontra-se também envolvido na “procura de novos compostos com propriedades antimicrobianas ou de estratégias alternativas a antibióticos”, revela Ana Jorge, que lecciona também microbiologia da infecção.

“Estamos a investigar uma estratégia inovadora que consiste na alteracao do microbioma em vez do uso de antibióticos (usar bactérias inofensivas para matar as patogénicas ou más)”, acrescenta a investigadora. Em síntese, o objectivo é encontrar 'armas' para travar a resistência aos antibióticos. que se apresenta já como “uma ameaça à saúde pública”.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO