Sociedade

Centro tradicional da Marinha Grande recebe um dos maiores presépios da região

22 nov 2017 00:00

A representação da Natividade criada por Filipe Ferreira regressa pelo terceiro ano consecutivo ao Edifício da Resinagem, a partir do dia 1 de Dezembro, às 15 horas.

Fotografia: DR
Fotografia: DR
Fotografia: DR
Fotografia: DR

É considerado um dos maiores presépios tradicionais da região e comemora, este ano, a sua 18.ª edição - tendo sido elaborado entre 2000 a 2014 na varanda da casa dos avós do autor, na localidade de Comeira. 

Ao longo dos anos, foi ganhando dimensão e prestigio, tornando-se um ponto de passagem obrigatório no Natal para muitos marinhenses. Contudo, a falta de espaço alavancada pelo convite da Câmara Municipal em 2015 deram o mote para que a representação da Natividade crescesse ainda mais e se reinventasse, dando mais atenção aos pormenores e criando novas peças.

Este ano, ocupará uma área superior a 35 metros quadrados e albergará cerca de 900 figuras, que, junto com as dezenas de peças e acessórios criados pelo autor, irão compor uma verdadeira aldeia em miniatura, com representação de muitos usos, costumes e tradições portuguesas e mantendo sempre no centro da representação a essência da data: o nascimento de Cristo.

Na representação pode-se encontrar um mercado com inúmeras barraquinhas; uma tasca; ofícios como o ferreiro, o carpinteiro e o amolador de facas; uma área mais reservada aos trabalho rurais com os lavores no campo, a vindima e a pisa das uvas, os currais dos animais, entre outros, e uma área dedicada às festas e romarias, jogos tradicionais, como o pau-de-sebo 

O presépio poderá ser visitado até dia 12 de Janeiro de 2018 seguintes horários:
terças e quintas - 10h-13h, 14h-16h e 19h-22h
quartas, sextas, sábados, domingo e feriados -10h-13h, 14h-18h e 19h-22h.

EVENTOS