Covid-19

Cardeal D. António Marto faz "opção dolorosa" de celebrar 13 de Maio sem peregrinos

4 mai 2020 11:35

Santuário de Fátima fará as celebrações à porta fechada, mas com transmissão pela internet

cardeal-d-antonio-marto-faz-opcao-dolorosa-de-celebrar-13-de-maio-sem-peregrinos
"Um aglomerado de pessoas na Cova da Iria a 12 e 13 de Maio, numa altura em que o risco epidémico é elevado, contraria as orientações das autoridades"
Ricardo Graça

“Tendo surgido informações de que o Santuário de Fátima poderia fazer a peregrinação internacional aniversária de 12 e 13 de Maio com a presença dos peregrinos no recinto de oração, o bispo de Leiria-Fatima, cardeal D. António Marto, esclarece que se mantém a decisão anteriormente anunciada de realizar estas celebrações com o recinto fechado, sem a habitual participação de peregrinos”, refere em comunicado o Santuário de Fátima.

O cardeal sublinha que se trata de uma "opção dolorosa", porém, a diocese irá seguir a resolução “da Igreja Católica de seguir as indicações das autoridades civis no sentido de suspender as celebrações religiosas decorre da responsabilidade de fazer o que está ao seu alcance para não colocar em perigo a saúde pública, em sintonia com o mandato evangélico do amor ao próximo”.

Após as acções de celebração do 1.º de Maio, onde se verificou uma excepção à proibição de concentrações, e de a ministra da Saúde, Marta Temido, ter admitido também a abertura de uma isenção à regra para o aniversário das visões em Fátima, D. António Marto optou por abdicar dela, argumentando que "um aglomerado de pessoas na Cova da Iria a 12 e 13 de Maio, numa altura em que o risco epidémico é elevado, contraria as orientações das autoridades de saúde”.

 

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.