Login
Esqueci a password

Se esqueceu o seu Username ou a sua Password envie-nos o seu e-mail e receberá os seus dados de acesso por e-mail.

Se não sabe que endereço de e-mail utilizou no seu registo, por favor contacte os nossos serviços através do nosso e-mail assinantes@jornaldeleiria.pt.

Para procurar palavras exactas utilize aspas. Ex: "Castelo de Leiria" "Jornal de Leiria"
Área restrita

A secção que pretende aceder é restrita a assinantes do Jornal de Leiria. Para se tornar assinante vá à área Assinatura.

Se já for assinante da edição impressa, pode registar-se na edição online, sem custos adicionais.

Caso já tenha um registo, efectue login.

Busca pelo corpo perfeito dá músculo ao negócio dos ginásios
Foto: Ricardo Graça

Economia

20 Abril 2017

Busca pelo corpo perfeito dá músculo ao negócio dos ginásios

São cada vez mais as pessoas que sentem necessidade de ter um treino acompanhado. Os ginásios ganham força e competem pelos preços mais baixos

“Tinha, claramente, a saúde afectada.” Foi este o ponto de partida que levou Catarina Silva a alterar o estilo de vida. Apesar de sempre ter praticado desporto e ter tido uma alimentação equilibrada, sentiu que não era suficiente. Terminada a licenciatura, anos marcados por alguns excessos que lhe afectaram a saúde, decidiu “retomar a boa forma física”. Hoje treina com o objectivo de alcançar um “corpo quase perfeito”.

Catarina não é caso isolado. Jorge Silvério, psicólogo do desporto, afirma que, “tem havido uma campanha bem trabalhada levando as pessoas a perceber que a actividade física com mais propriedades é excelente, quer do ponto de vista físico, quer mental”. Além disto, acrescenta, têm vindo a entender que a “supervisão” na prática de exercício físico é “uma componente importante da qualidade de vida”.

No entanto, distingue as pessoas que procuram os ginásios: “por um lado, há as que procuram a saúde”, física e mental; por outro, “há as que levam isso mais longe e acabam por entrar na regulação do corpo, como é o caso do culturismo, que implica a questão da modelação do corpo”, explica.

Patrício Pereira só queria perder peso. E por isso decidiu, em Maio de 2016, começar a praticar exercício físico em espaços públicos. Mais tarde, optou por se inscrever no ginásio, com o objectivo de “também ganhar massa muscular”. Já perdeu mais de 40 quilos, através de treino e alimentação cuidada que, frisa, “passou a ser controlada por uma nutricionista”.

E, com tanto interesse, é natural que o negócio dos ginásios se tenha expandido na região de Leiria. Há um ano e meio abriu o Be- Fit, nos Parceiros, e no início deste ano abriu o Fitness Factory na Marinha Grande, ambos ginásios low-cost. Este mês, David Gaspar, que já tinha um espaço no Vidigal, abriu um novo na Gândara, que se centra no “treino personalizado individual ou em grupo, treino de alto rendimento e recuperação de lesões”.

Leia mais na edição impressa ou torne-se assinante para aceder à versão digital integral deste artigo.

Ana Camponês
Redacção Ana Camponês ana.campones@jornaldeleiria.pt






Os comentários são da exclusiva responsabilidade do utilizador