Saúde

Aumenta procura por consultas para deixar de fumar

7 abr 2018 00:00

Consumo de tabaco cresce entre as mulheres

aumenta-procura-por-consultas-para-deixar-de-fumar-8470

O número de pessoas que quer deixar de fumar está a aumentar em Portugal. O número é provado pela adesão às consultas de cessação tabágica. Maria Manuel Açafrão, coordenadora do Programa Regional da Administração Regional de Saúde do Centro no distrito de Leiria, revela que “tem havido um aumento da procura pelas consultas” para deixar de fumar. A responsável adianta que a decisão parte do próprio utente, mas também por aconselhamento médico.

“Temos pessoas de todas as idades, desde os 14 anos, mas a faixa etária mais predominante está entre os 35 e os 60 anos”, constata, lamentando a falta de mais locais para serem realizadas as consultas.

Segundo adianta, existe uma consulta em todo o distrito de Leiria, que é desenvolvida duas vezes por semana no antigo CDP (Centro de Diagnóstico Pneumológico). O Hospital de Santo André, em Leiria, também disponibiliza uma consulta. “Deveria haver mais locais, para facilitar a deslocação dos utentes. Há pessoas que estão distantes e, nesses casos, tentamos fazer um acompanhamento através de apoio telefónico”, afirma a médica.

“Infelizmente, há poucos profissionais de saúde com esta formação, mas com a falta de médicos a motivação é menor. Era importante que médicos e enfermeiros tivessem formação para tratamentos intensivos nesta área, podendo, assim, acompanhar os utentes no seu dia-a-dia”, acrescenta.

Maria Manuel Açafrão salienta também que a adesão à cessação tabágica teve um incremento “desde que a medicação passou a ser comparticipada”. A especialista adianta que a terapia adequada difere do utente que procura ajuda. “Pode ser medicação ou terapêutica cognitiva e comportamental.”

O recurso às medicinas alternativas é outra opção que começa a registar um aumento de procura. Joana Bernardes utiliza o laser com base em acupuntura, com

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Se efectivar a sua assinatura durante o mês de Maio, 10€ reverterão para o combate à fome na nossa região.

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.