Sociedade

Alexandra Quintanilha: “somos mais filhos da mãe do que do pai”

24 nov 2017 00:00

Físico e deputado, faz Oração de Sapiência no IPLeiria

alexandra-quintanilha-somos-mais-filhos-da-mae-do-que-do-pai-7659

“O meu objectivo é que saiam daqui bastante mais confusos do que entraram e com muito menos certezas.” Foi assim que Alexandre Quintanilha, presidente da Comissão Parlamentar de Educação e Ciência, começou a Oração de Sapiência da abertura do ano lectivo do Instituto Politécnico de Leiria (IPL), subordinada ao tema Os Desafios Actuais na Biomedicina.

Revelando algumas “curiosidades”, o físico disse que “herdamos da nossa mãe 50,05% do nosso material genético e 49,95% do pai. Somos, por isso, mais filhos da mãe do que do pai”.“Noventa por centro das células do nosso corpo não são humanas, são bactérias e fungos. Mais surpreendente ainda é que 99% da informação genética que transportamos não é humana: 80% é de vírus, 15% é das tais bactérias e fungos, 4% ninguém sabe de quem é e 1% é humano”, acrescentou.

Segundo o investigador, através das ciências naturais, sociais e humanas, “fomos alterando o nosso ambiente natural em milhares de anos”. A estimulação intelectual, a alteração da biologia ou de estados emocionais são exemplos. Para Quintanilha, tudo o que está a acontecer nas nano-ciências, na engenharia genética, nas tecnologias da informação e nas ciências cognitivas está a trazer discussão pública que, adianta, deve ser feita especialmente em instituições de ensino.

 

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO