Sociedade

Pulseira electrónica para suspeito de violência doméstica

19 out 2020 11:59

Investigação aponta para maus-tratos verbais, psicológicos, físicos e ameaças de morte, reiteradamente, durante relação de 14 anos

pulseira-electronica-para-suspeito-de-violencia-domestica
GNR cumpriu mandado de detenção no concelho de Porto de Mós
DR

Segundo a GNR, a vítima terminou a relação violenta no ano de 2017, mas o suspeito persistiu em proferir-lhe ameaças de morte, tendo inclusive regressado à residência familiar e ali permanecido contra a vontade da mulher, coagindo-a a retirar todas as queixas criminais, ameaçando-a de lhe destruir todo o seu património e que de seguida terminaria com a vida de ambos.

O homem, de 40 anos, foi detido sexta-feira (16 de Outubro) no concelho de Porto de Mós pelo Comando Territorial de Leiria, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), no cumprimento de um mandado de detenção por violência doméstica.

A investigação apurou que havia infligindo maus-tratos verbais, psicológicos, físicos e ameaças de morte, reiteradamente, durante a relação de 14 anos que mantinha com a respectiva companheira, de 37 anos.

O detido tem antecedentes criminais pela prática do crime de furto e roubo e foi sujeito a primeiro interrogatório judicial no Tribunal Judicial de Leiria, tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coacção de proibição de contactos e de se aproximar da vítima por qualquer meio, através de pulseira eletrónica e apresentações semanais no posto da área de residência.

 

 

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.