Opinião

Teorias saarianas

22 fev 2018 00:00
francisco-freire-investigador
Francisco Freire, investigador

Há alguns anos atrás cheguei a cruzar-me com alguns operários de Fátima, mas creio que nenhum deles se adaptou ao território, ao ponto de aí permanecer a residir.

Este Entrudo Chocalheiro fui obrigado a realizar uma deslocação de trabalho ao noroeste do continente africano. É um território onde abunda a festa, mas onde infelizmente não há corso como o do Vidigal!

Não são muitos os conterrâneos que circulam por estas bandas. Há alguns anos atrás cheguei a cruzar-me com alguns operários de Fátima, mas creio que nenhum deles se adaptou ao território, ao ponto de aí permanecer a residir.

Não é esse o meu caso, e ainda que o alvoroço se mantenha - hoje em dia com afrontamentos físicos entre apoiantes e opositores de Ali -, continuo fiel aos companheiros que decidiram há tantos anos acolher-me.

Encontro-me actualmente em Tan Tan, rumando decididamente a norte, após um susto em  

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO