Opinião

Praxe p´ra que te quero?

9 out 2017 00:00
alexandra-azambuja-publicitaria
Alexandra Azambuja, publicitária

Passo diariamente pelas praxes dentro da Escola Superior de Leiria cheia de vergonha.

Vergonha do meu país que permite que gerações inteiras sejam cobardes e não ponham fim a isto. Que é para “integrar”... Se é para integrar porque é que a maioria dos rituais da praxe imita apenas abusos de força e poder??

Caloiros ajoelhados e insultados, obrigados a repetir enormidades com medo de serem segregados, de não pertencerem ao “grupo”, porque para se ser do grupo é preciso humilhar, ofender, ameaçar, ou numa palavra, causar sofrimento?

Quase mil anos de História não nos permitiram enquanto povo avançar um bocadinho mais, acolher novos alunos em rotinas positivas, construtivas, dar as boas-vindas de forma empática?

Ainda estamos em território medieval, com rituais bélicos, de intimidação, abuso de força e poder, irracionalidade pura? As perguntas que deixo são: 

- este é o legado que uma "Escola Superior de Educação" deixa aos seus alunos, professores e concidadãos? O triste espectáculo dentro de portas, da legitimação do mundo adulto perante o disparate? 

- uma Escola que educa futuros Professores e Educadores Sociais não tem responsabilidades acrescidas perante este fenómeno? 

- daqui a 50 anos quando se olhar para trás, para a História recente, a geração de adultos que somos e permite isto, vai envergonhar-se ?

 

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO