Opinião

Política picante e outras políticas

12 jul 2019 00:00

Eu preferi picante e hesitei até em pôr “piri-piri”, mas contive-me.

Entre outros assuntos para este apontamento, tinha aprazado comentar os discursos do 10 de Junho último: o do jornalista João Miguel Tavares (JMT) e o do Presidente da República (PR). Mas o facto de escrever duas semanas após o meu amigo prof. J. Amado da Silva, facilitou-me a vida.

Desde logo, na inspiração do título, que fui buscar à sua classificação do discurso de JMT que apelidou de “apimentado”.

Eu preferi picante e hesitei até em pôr “piri-piri”, mas contive-me. Outra diferença também é que eu achei que o discurso do PR, em termos de tempero, esteve (quase) ao mesmo nível do outro.

O discurso de JMT despertou as consequências das pessoas, embora com alguns aspectos de que possamos, eventualmente, discordar.

Tirando um aspecto ou outro, JMT fez o discurso do “coitadinho”, a raiar o populismo, para não dizer pior, aliás ao estilo a que nos tem habituado no seu trabalho de jornalista, por vezes até de “jornalixo”.

M. Sousa Tavares, numa das suas recentes crónicas do Expresso, chama-lhe (a JMT). “justiceiro mor e pregador moral do reino” a propósito da sua posição sobre a reforma do estatuto do MP.

E o “pregador moral do reino” brindou-nos com “pérolas” como esta de diferenciar entre “eles” e ”nós”. “Eles são os políticos, as instituições, as várias autoridades.

“Nós somos eu, a minha família, os meus colegas, os meus amigos” (afinal bem poucos, como se vê). E, para não deixar quaisquer dúvidas, afirma que entre “nós” e “eles” há uma “distância atlântica, com raríssimas pontes”.

E, para melhor se entender, “eles” não têm nada a ver connosco e “nós” não temos nada a ver com “eles”.

Um primor de pregação, a avaliar por estes nacos de prosa e outros que não couberam neste meu texto…

O PR, que convidara JMT,

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Se efectivar a sua assinatura durante o mês de Maio, 10€ reverterão para o combate à fome na nossa região.

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.