Opinião

Mil seiscentos e quarenta

2 nov 2017 00:00
fernando-ribeiro-musico
Fernando Ribeiro, músico

Na televisão norueguesa apareceu um mapa de Espanha, cuja bandeira vermelha e amarela cobria todo o território da Península Ibérica, incluindo Portugal.

Mais ou menos, no canto superior esquerdo, as cores da “pequena” Catalunha, destacavam-na do mapa. Esta ignorância nórdica chateou-nos muito. Até pelo rumor de que este mapa “Filipino” teve origem em notícias espanholas.

Por outro lado, revela muito do que Espanha (ainda) é para o mundo e do que nós não somos para esse mesmo mundo (e disso temos culpa). Acima de tudo, revela como os líderes espanhóis se sentem perante este complicado caso da Catalunha.

Não há aqui espaço para debater a legitimidade ou não das ambições catalãs. Nem jurisprudência, nem a atitude da Comunidade Europeia perante casos, sempre bicudos, como o do Kosovo.

Facto é que a Europa se desmembra e que os países começam a mostrar os dentes ao projeto condenado ao falhanço que é esta Europa. Depois do calote do brexit britânico, a fragmentação teve luz verde. Países que ignoram directivas comunitárias, bancos que não aceitam moeda checa ou húngara, fronteiras novamente controladas, muita suspeita, muita desconfiança.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO