Opinião

Mesa de Cabeceira | As “iludências aparudem”

11 abr 2019 00:00

Ninguém melhor do que eu sabe que tinha tudo contra mim.

 Pelo visto, e apesar de tudo, os mesmos factores que me distinguiam “negativamente” ainda pesam na avaliação que fazem de mim.

No entanto, gostava de avisar que isso está a mudar, apesar de um esforço considerável em contrário. Vejamos: tenho cabelo comprido, uso brincos (6mm), a minha profissão é cantor itinerante de Heavy Metal e empresário numa companhia chamada Worst Case Scenario (o pior cenário possível).

Tenho convicções que são de imediato ligadas à “extremaesquerda” (mas o que raio é isso, afinal?), sou ateu, eterno candidato a filósofo, nasci e fui criado na Brandoa e tenho a mania de  

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO