Opinião

Maniqueísmos trumpianos

8 jul 2019 00:00

Um das mais óbvias ocorrências de maniqueísmo trumpiano é o discurso em torno da guerra comercial com a China.

A “conceção da realidade através de dois princípios opostos” (in Dic ionário Priberam) é a definição da palavra maniqueísmo. Uma realidade a preto e branco, sem quaisquer matizes. Nós e eles. Bom e mau. Branco e preto.

Esta conceção da realidade torna tudo aparentemente mais fácil de compreender e as decisões mais fáceis de tomar. Mas a realidade é mais complexa. O mundo tem um delicado conjunto de interligações, de sobreposições e de multiplicidades.

Não é possível serrar o mundo a meio e ficar só com as coisas boas de um lado e tudo o que é mau do outro.

O maniqueísmo é, contudo, uma figura frequentemente utilizada. Sobretudo por pessoas de intelecto limitado – que assim reduzem o mundo ao que a sua capacidade abarca – e por demagogos – que exploram a dificuldade dos seres humanos em compreender e levar em conta múltiplos fatores e numerosos efeitos.

Não tendo eu a certeza absoluta em qual destas categorias incluir Donald Trump, não tenho dúvidas que o presidente dos EUA usa o maniqueísmo diariamente.

Um das mais óbvias ocorrências de maniqueísmo trumpiano é o discurso em torno da guerra comercial com a China. De um lado, os bravos e patriotas americanos, com o seu esforço inquebrantável. Do outro lado, os maus chineses que ameaçam o bem-estar dos EUA com a sua batota.

Esta sinopse, que podia ter sido adaptada de uma VHS do Rocky IV, demonstra bem o “nós contra eles”. Mas, na verdade, o que acontece é um aumento do poderio económico (além de político e militar) da China. E esse poderio económico ameaça cada vez mais os EUA e as suas empresas. Não devido a qualquer comportamento desleal face a impolutos americanos, mas sim à tenacidade e imensidão de recursos da China.

O exemplo mais ululante é o ataque feito à Huawei – que parece ter sido suspenso por uns meses. A proibição de transações comerciais c

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO