Opinião

“Leiria Medieval”

6 ago 2017 00:00

Deram-me conta de algumas críticas a Leiria Medieval muito violentas, ancoradas na mais completa incompreensão do que está em causa, dos seus propósitos e objectivos concretos e do contexto em que se desenvolve.

Creio, ainda que me digam que não, que valerá a pena sublinhar algumas coisas, todas elas já ditas e repetidas, mas esquecidas ou ignoradas. Leiria Medieval é uma “recriação histórica”, isto é, um evento de entretenimento destinado ao grande público, como há por todo o lado em número incontável. Todos parecidos, mas nem todos iguais.

Em 2015, o Vereador da Cultura de Leiria decidiu iniciar um caminho alternativo nas linhas conceptuais e nos procedimentos de construção necessários para este evento. Esta tentativa muito séria de “ir construindo” um objecto novo a partir do velho conta comigo, tanto quanto posso, desde essa data.

O futuro, como se sabe, ainda está para vir. As grandes linhas orientadoras foram definidas então com toda a clareza: Aprimorar as características de um evento direccionado a um grande público cada vez mais alargado, um grande espectáculo de entretenimento – um objectivo comum a todos os promotores deste tipo de eventos; valorizar os grupos de criadores da região, permitindo simultaneamente que se mostrem, aprendam, falhem e façam melhor, que criem autonomamente dentro de um quadro comum e que fique portanto uma parte, crescente, do orçamento no território - um objectivo raro que requer grande abertura e confiança assim como uma projecção pouco comum no fut

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO