Opinião

Leiria e o cluster automóvel

22 jan 2018 00:00

Os territórios competem entre si para a captação de Investimento Directo Estrangeiro (IDE) e recursos sofisticados que possam alavancar a competitividade regional.

Eu tenho dito, de forma reiterada, que a matriz genética de Leiria não é a cultura, mas sim a economia. E, finalmente, o orçamento da Câmara Municipal de Leiria (CML) para 2018 assim o reconhece.

No documento, a CML define como um dos objectivos estratégicos a captação de investimento, assumindo como prioridade a criação da “via verde para o investimento” e tornar Leiria a capital nacional da Indústria 4.0 como forma de criação de riqueza regional e criação de emprego mais qualificado.

Na última edição da Revista 250 Maiores Empresas (Jornal de Leiria), 30% das maiores empresas exportadoras do distrito estão em Leiria, e 56% encontram-se no eixo Leiria/Marinha Grande.

De forma cada vez mais intensiva, os territórios competem entre si para a captação de Investimento Directo Estrangeiro (IDE) e recursos sofisticados que possam alavancar a competitividade regional. Nas últimas três décadas, o que temos observado, à escala global, é que os territórios tem desempenhado uma função crucial de alavancagem da vantagem competitiva das empresas.

Alguns sectores da actividade económica são mais competitivos nuns países do que em outros. E Porquê? Os quatro atributos regionais definidos pela figura abaixo reforçam-se mutuamente, fazendo com que determinados sectores industriais sejam mais competitivos ao nível internacional.

Na passada segunda-feira, foi apresentada aqui em Leiria, através da Mobinov, a estratégia para o cluster automóvel no País. Actualmente, Portugal tem cinco construtoras automóveis que produziram no ano passado cerca de 150 mil veículos.

Espera-se que, em 2020, a produção seja de 300 mil, e a quase totalidade será para a exportaç&atild

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO