Opinião

Américo Sebastião

5 set 2019 00:00
margarida-balseiro-lopes-deputada-do-psd
Margarida Balseiro Lopes, deputada do PSD

Foi a 29 de julho de 2016 que Américo António Melro Sebastião desapareceu em Moçambique, mais concretamente em Nhamapaza, distrito de Maringué, província de Sofala.

Há três anos desapareceu um português, natural do nosso distrito, em Moçambique, sem que se saiba ao dia de hoje o seu paradeiro. Refiro-me a Américo Sebastião, mas poderia ser qualquer um de nós e, também por isso, temos a obrigação de não deixar cair este caso no esquecimento e procurar ajudar a sua família com todos os alertas e chamadas de atenção para este caso.

Foi a 29 de julho de 2016 que Américo António Melro Sebastião desapareceu em Moçambique, mais concretamente em Nhamapaza, distrito de Maringué, província de Sofala.

Lamentavelmente, pese embora já tenham decorrido mais de três anos desde este dramático dia, ainda não foi possível esclarecer o contexto e os contornos deste desaparecimento, nem descobrir o paradeiro do empresário português.

Logo após o desaparecimento, a mulher, Salomé Sebastião, assim como os seus filhos, iniciaram diversas diligências e reuniões, tanto em Portugal, como também através de mecanismos internacionais, sendo louváveis todos os esforços que têm sido empreendidos por esta família e a disponibilidade demonstrada por diversas instituições. Contudo, estas não foram ainda suficientes para esclarecer este caso.

Apesar da disponibilidade também  

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO