Sociedade

Visabeira quer fazer renascer “Angolana” com projecto imobiliário

21 nov 2019 00:00

Antiga fábrica da Marinha Grande é monumento classificado

visabeira-quer-fazer-renascer-angolana-com-projecto-imobiliario
Fábrica está desactivada e em ruínas no centro da Marinha Grande
Ricardo Graça
Daniela Franco Sousa

Prestes a completar um século, a Sociedade Vidreira Lusitana, conhecida por fábrica “Angolana”, pode deixar para trás longos anos de degradação e renascer com um projecto do ramo imobiliário.

O JORNAL DE LEIRIA apurou junto de Carlos Caetano, vereador da Câmara da Marinha Grande, que o Grupo Visabeira, detentor deste edifício, onde funcionou a fábrica de vidro, e que é considerado Monumento de Interesse Público, já abordou o Município para dar a conhecer o seu objectivo. O grupo de Viseu pretende apostar “na preservação e na valorização da área classificada” e também na implementação de “um negócio do ramo imobiliário”.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO