Viver

Uma noite especial e os museus como nunca os vemos

20 mai 2016 00:00

Em Leiria no sábado, dia 21, assinala-se a Noite Europeia dos Museus

uma-noite-especial-e-os-museus-como-nunca-os-vemos-4160
Jacinto Silva Duro

Visitas nocturnas? Poesia? Light painting? Tudo isto acontece em Leiria no sábado, dia 21, para assinalar a Noite Europeia dos Museus. Todos os anos, em cerca de 40 países, a iniciativa junta milhares de museus que se revelam ao público como raramente os vemos. E também na região a oportunidade se apresenta. As propostas que se seguem estão disponíveis apenas no próximo fim-de-semana em Leiria, Marinha Grande, Alcobaça, Nazaré e Caldas da Rainha.

Assim, no sábado, ao final da tarde, o recém-inaugurado Museu de Leiria organiza um peddy-paper (17 horas) e acolhe um recital de poesia dita por David Teles (19 horas). A visita guiada nocturna está marcada para as 21:30 horas, tal como no m|i|mo, junto ao Castelo, que propõe, às 22 horas, uma sessão de light paiting. No Moinho do Papel, na margem esquerda do rio Lis, perto do Convento de Santo Agostinho, a visita guiada começa às 21 horas e 60 minutos depois há um apontamento musical. Outro concelho, outras sugestões.

Na Marinha Grande, dia 21, teatro gratuito para a infância (pelas 16 horas, na Casa da Cultura, o Triopulante apresenta El-Rei Tadinho no reino das cem janelas), música (à noite, a Orquestra da Amieirinha actua no Palácio Stephens) e vídeo (lançamento de um novo filme promocional, às 21:30 horas, no auditório da Resinagem). Os museus da cidade permanecem abertos até às 23 horas.

Já no domingo, a partir das 11 horas, realiza-se uma visita guiada à exposição do mestre António Esteves, no Museu do Vidro. Já em Alcobaça, o destaque vai para a visita nocturna a decorrer no Mosteiro, depois das 21 horas de sábado, com o tema arte e espiritualidade. Domingo, dia 22, o percurso é através dos Coutos de Alcobaça, com início às 9 horas. Na Nazaré, o Museu Dr. Joaquim Manso está aberto até à meia-noite.

E em Caldas da Rainha, nota para os concertos no Museu José Malhoa (sábado às 21 horas com grupos corais e domingo às 17 horas com a Orquestra Ligeira de Óbidos) e as visitas guiadas no Museu da Cerâmica (dia 21, entre as 20 e as 24 horas).

Leia mais na edição impressa ou torne-se assinante para aceder à versão digital integral deste artigo.