Sociedade

Tutela trava mudança de tribunal da Nazaré escondido num rés-do-chão

13 fev 2020 16:57

Município cede espaço na antiga casa da Câmara, na Pederneira

tutela-trava-mudanca-de-tribunal-da-nazare-escondido-num-res-do-chao
Tribunal da Nazaré funciona no rés-do-chão de um prédio habitacional
Ricardo Graça

Identificar o Juízo da Nazaré só é possível graças à sinalização existente, que indica o caminho para o tribunal da vila.

Situado no rés-do-chão de um prédio habitacional, os mais distraídos podem pensar que se trata de uma qualquer loja de serviços, da forma como o espaço passa despercebido numa praceta sem saída.

Para funcionar neste espaço, o Juízo da Nazaré, que pertence à Comarca de Leiria, paga uma renda mensal de 3.352,87 euros, confirma ao JORNAL DE LEIRIA o administrador judiciário António Nolasco Gonçalves.

Este espaço “sem dignidade” para a justiça, como é referido por quem utiliza o tribunal, já poderia ter sido substituído. Para que tal avance é necessário que o Ministério da Justiça autorize as obras de adaptações no espaço cedido pelo Município da Nazaré: a antiga Cas

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO