Sociedade

Trovoada seca e eucalipto entre os possíveis "culpados" da tragédia de Pedrógão Grande

18 jun 2017 00:00

Calor, baixa humidade e coberto vegetal extremamente volátil poderão ter sido mistura desastrosa

trovoada-seca-e-eucalipto-entre-os-possiveis-culpados-da-tragedia-de-pedrogao-grande-6639

"Houve uma situação meteorológica particular a partir das 14 horas, numa extensão entre Coimbra e o Norte do Alentejo, com a sucessão de trovoadas secas que terão estado na origem destes incêndios, e que terão gerado fenómenos meteorológicos de grande concentração e violência, como este que vitimou o conjunto destas pessoas", afirmou o primeiro-ministro, António Costa, esta noite, no Comando Nacional de Operações de Socorro da Autoridade Nacional de Protecção Civil, em Oeiras.

A ajudar a violência do fogo pode ter estado a natureza do coberto vegetal da região, composto por mais de 90% de eucalipto, o baixo teor de humidade do dia de ontem e as altas temperaturas que, mesmo durante a noite, ainda se mantêm.



António Costa, considerou, no entanto, que "é prematuro tirar ilações" sobre o que realmente aconteceu. "Durante o dia houve um total de 156 incêndios em todo o País. Neste momento, 11 ainda estão activos e dois suscitam particulares preocupações. Esta situação de vítimas humanas não foi generalizada nos incêndios."

O primeiro-ministro, que manifestou o seu pesar pelas vítimas do incêndio registado no distrito de Leiria, que matou pelo menos 25 pessoas, afirmou que, no momento próprio, será decretado o luto nacional.

"Queria, naturalmente, manifestar pesar por estes falecimentos, em particular às famílias que estejam enlutadas nesta tragédia, que nos comove, naturalmente, e que nos choca a todos pela sua dimensão", declarou.

JORNAL DE LEIRIA/Lusa

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.