Sociedade

Requalificação da zona de interface de transportes em Pombal terá investimento de quatro milhões de euros

19 jun 2020 20:01

Uma passagem superior irá unir as duas margens

requalificacao-da-zona-de-interface-de-transportes-em-pombal-tera-investimento-de-quatro-milhoes-de-euros

O Município de Pombal apresentou hoje o projecto de requalificação da zona de interface de transportes que pretende articular os serviços de transportes públicos e que prevê um investimento, que tem o preço base de quatro milhões de euros.

 

O presidente do Município, Diogo Mateus, adianta que o projecto vai melhorar a ligação entre o Jardim do Cardal e a central rodoviária, criando uma ponte para unir as duas zonas divididas pela linha ferroviária do Norte.

 

“Vamos criar uma passagem superior, com rampa, escadas e ascensor, requalificando a zona das centrais de camionagem, rodoviária e ferroviária. Haverá a criação de um espaço comercial, com dois bares e zona de esplanadas”, revelou o autarca,

 

O projecto transforma parte do Jardim do Cardal e a zona onde se encontra a Biblioteca Municipal, criando mais zonas verdes e espaços de lazer, onde se prevê um jardim infantil.

 

Diogo Mateus adiantou ainda que será organizado o estacionamento, será criada uma zona de carregamento de veículos eléctricos e uma ligação com as ciclovias.

 

O projeto prevê ainda a requalificação da central de camionagem e toda a zona envolvente à Biblioteca Municipal.

 

“Terá uma imagem moderna, mais límpida que se integra na paisagem e naquilo que é um projecto do século XXI para fazer a transformação da cidade”, disse Diogo Mateus.

 

O presidente acrescentou que se trata de um projecto “funcional, estético e orgânico”, que vai “aproximar estas duas zonas, que estão separadas pela linha do Norte”.

 

Tendo como prioridade o peão, o projecto prevê ainda zonas pedonais, com passeios dotados de condições para a mobilidade condicionada.

 

Integrando esta zona num espaço de utilização pública, é proposta uma zona reservada aos transportes públicos “Pombus” e táxis, junto aos acessos do intermodal, refere ainda uma nota de imprensa.

 

A reestruturação da central rodoviária, passa pela introdução de novas bolsas de espera e reorganização dos espaços públicos interiores existentes (cafetaria, restaurante).

 

Na margem contígua ao Jardim do Cardal, foi necessário criar condições que permitissem receber a referida passagem superior de uma forma o mais suave possível.

 

Como tal, é desenvolvida uma plataforma pousada sobre uma elevação artificial em terra vegetal, em que esta, simultaneamente ocultará as barreiras físicas da linha férrea, adianta ainda a mesma nota de imprensa.

 

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.