Viver

Quando a senhora professora escreve romances policiais

19 jan 2020 15:30

Florbela Oliveira, autora natural de Pombal

quando-a-senhora-professora-escreve-romances-policiais
Segundo livro será lançado em Março
DR
Daniela Franco Sousa

Florbela Oliveira nasceu em 1967 em Albergaria dos Doze, no concelho de Pombal, é professora de 1.º e 2.º ciclos e é também coordenadora da EB 1 da Machada, no mesmo concelho. Mas para a docente, o seu amor pelas palavras não se esgota no ensino. Escrever livros tem sido outra das suas facetas. Depois de um primeiro romance policial lançado no ano passado, a autora prepara-se para apresentar um segundo livro já em Março, onde voltam a estar presentes o suspense e a investigação.

Florbela Oliveira frequentava ainda a escola primária quando se apaixonou pelo sabor das palavras. Licenciou-se em Português e Francês, em 1992, na Escola Superior de Educação de Leiria (actual ESECS) e, além do ensino, tem-se dedicado à escrita. A residir na Figueira da Foz há cerca de três anos, a professora diz-se “inspirada pelo mar, pela areia e pelo sal”.

No seu primeiro livro, intitulado Na Sombra das Pedras, a autora contava a história de uma jovem mulher que foi encontrada morta na ilha Terceira, nos Açores. Nessa altura, Francisco, advogado e investigador, via cair-lhe nas mãos um processo que apontava um padre como autor daquela morte. Preso e refém do segredo da confissão, seria o sacerdote a orientar Francisco, para recolher na ilha, informações imprescindíveis para a resolução do seu caso.

E depois de ter apresentado o seu primeiro romance policial, a professora prepara-se agora para lançar o seu segundo livro, também ele pejado de suspense, a que chamou O Rapaz que Pintava a Carvão. Este segundo livro tem em conta as vivências dos pais, dos filhos, aborda as temáticas das novas tecnologias e da violência, explica a autora.

Trata-se de um livro dirigido a público de todas

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO
EVENTOS