Sociedade

Projecto de valorização do património geológico do Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros aprovado em Conselho de Ministros

7 fev 2019 00:00

projecto-de-valorizacao-do-patrimonio-geologico-do-parque-natural-das-serras-de-aire-e-candeeiros-aprovado-em-conselho-de-ministros-9838

Com o objectivo de revitalizar os geo-sítios, através de medidas de geoconservação que possibilitem a visitação, sem danificar o singular património natural presente no território, foi aprovada, hoje, dia 7 de Fevereiro de 2019, a Resolução do Conselho de Ministros n.º 14/2019 que consagra medidas de valorização no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros (PNSAC).

Em comunicado, a autarquia de Porto de Mós, refere que se trata de uma acção há muito identificada como necessária pela Associação de Desenvolvimento das Serras de Aire e Candeeiros (ADSAICA), que o município de Porto de Mós lidera actualmente e que agrega os sete municípios do PNSAC.

Outro grande foco deste projecto será ao nível da sensibilização, informação e divulgação dos geo-sítios, pelo que, paralelamente, serão produzidos materiais e encontrados os equipamentos necessários que permitam uma comunicação moderna e uma interpretação acessível a todos os visitantes, sejam eles da comunidade escolar, científica ou apenas curiosos.

No que respeita ao património paleontológico, realça-se a Jazida de Equinodermes do Cabeço da Ladeira, um local que, para além de relevância científica de âmbito nacional e internacional, é de grande visitação formal e não formal, constando do “Roteiro de geo-sítios do Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros” e na plataforma de visitação das áreas protegidas Natural.PT.

O projecto contará com o apoio do POSEUR, Fundo Ambiental, Programa Valorizar do Turismo de Portugal e ADSAICA e ICNF, I. P.

 

Medidas específicas
O projecto incluirá a requalificação e implementação de medidas de geoconservação da jazida e área envolvente; o levantamento 3D da jazida; a colocação de painéis informativos; a criação de percursos interpretativos entre geo-sítios; a concepção de material de comunicação e divulgação; a aquisição de equipamento para os Centros de Interpretação; a realização de um documentário de apoio nos Centros de Interpretação; a execução e manutenção da rede secundária de faixas de gestão de combustível; a instalação de mosaico de parcelas de gestão de combustíveis em áreas sensíveis; a contratação de uma equipa de cinco elementos para a execução das acções previstas no projecto, designadamente no domínio da prevenção (gestão de faixas de combustível, recuperação e abertura de acessos, etc.), da valorização e recuperação de habitats, da vigilância no combate a incêndio e de operações de rescaldo e a aquisição de viatura e respectivo equipamento da equipa.
EVENTOS