Login
Esqueci a password

Se esqueceu o seu Username ou a sua Password envie-nos o seu e-mail e receberá os seus dados de acesso por e-mail.

Se não sabe que endereço de e-mail utilizou no seu registo, por favor contacte os nossos serviços através do nosso e-mail assinantes@jornaldeleiria.pt.

Para procurar palavras exactas utilize aspas. Ex: "Castelo de Leiria" "Jornal de Leiria"
Área restrita

A secção que pretende aceder é restrita a assinantes do Jornal de Leiria. Para se tornar assinante vá à área Assinatura.

Se já for assinante da edição impressa, pode registar-se na edição online, sem custos adicionais.

Caso já tenha um registo, efectue login.

Onze meses em cima de um selim pela Ásia afora
Fotografias: DR

Cultura

22 Dezembro 2016

Onze meses em cima de um selim pela Ásia afora

No ano em que Filipe Cruz, professor de Educação Física, há 14 anos, no Colégio Nossa Senhora de Fátima, em Leiria, fez 36 anos, decidiu que estava na hora de embarcar numa grande aventura.

Desde pequeno que se sentia fascinado por viagens e a ideia atropelou-o como se fosse um autocarro. Iria tirar um ano sabático do trabalho e pedalar por mais de uma dezena de países, sem rede de segurança e sozinho, numa experiência pura, que não envolvesse grupos organizados, reservas e recintos de férias para turistas ricos.

A semente, acredita, foi o livro As Rosas de Atacama, do chileno Luis Sepúlveda, que deixou em Filipe a vontade de pôr uma mochila às costas e sair porta fora. "O livro contém a história de um conjunto de pessoas que o autor conhece ao longo da vida e coloca naquelas páginas. Mas ele fala de tantas pessoas que só poderia saber delas se tivesse estado naqueles sítios todos. Senti vontade de fazer o mesmo. Não foi um sonho que apareceu há muitos anos, mas antes um sonho que foi crescendo e tomando forma, até que, um dia, a solução mais lógica apareceu: ‘por que não parar um ano de trabalhar e ir viajar?’"