Economia

Numa década, Centro de Negócios revolucionou economia de Ansião

1 mar 2018 00:00

Desde que foi inaugurado, o Centro de Negócios de Ansião concentrou banca, ensino superior, associativismo e inovação no Camporês, mudando o panorama económico do Norte do distrito

numa-decada-centro-de-negocios-revolucionou-economia-de-ansiao-8212
Daniela Franco Sousa

Aquando da cerimónia de inauguração, em 2008, o então presidente de Câmara, Fernando Marques, descrevia o Centro de Negócios de Ansião, implantado no Parque Empresarial do Camporês, como um símbolo da estratégia daquele Município para fixar empresas e gerar emprego no concelho.

Volvida uma década, aquela infra- estrutura revela-se uma aposta ganha na dinamização da economia local e regional, defendem autarcas e empresários. As empresas, a par da banca, do ensino superior e das associações, trabalham hoje naquele Centro de Negócios em estreita proximidade com as restantes entidades instaladas no Parque e até com algumas empresas de fora do concelho.

Recorde-se que o Centro de Negócios de Ansião representou à época um investimento da Autarquia no valor de 1,9 milhões de euros. Fernando Marques sublinhava que, além dos serviços que iria disponibilizar aos investidores, aquela infra-estrutura pretendia ser “uma âncora de desenvolvimento tecnológico” ao Parque Empresarial do Camporês. E é realmente isso que tem vindo a ser.

[p
Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO