Abertura

Não é só a abstenção. Maiores partidos também estão a perder militantes

24 out 2019 00:00

PS, PSD, CDS, BE e PCP somam menos de 10 mil membros no distrito de Leiria. Dirigentes locais sugerem novas formas de participação

nao-e-so-a-abstencao-maiores-partidos-tambem-estao-a-perder-militantes-10812
Há quem sugira abrir mais os partidos a não militantes
Ilustração de Bruno Gaspar

Dizer que os principais actores da política portuguesa depois do 25 de Abril estão a ficar sozinhos em casa é, provavelmente, um exagero. Ou não? A abstenção está acima dos 50%, a escolha dos dirigentes locais nem sempre mobiliza as bases e os estudos mostram que há hoje muito menos militantes do que no auge da filiação partidária, em meados da década de 90. É o tempo em que soam os alarmes e já se vaticina que maiorias absolutas, tão depressa, não voltam.

Com eleições internas ao nível dos concelhos e distritais agendadas para os próximos meses, os maiores partidos têm desafios pela frente. Muitos. Precisam de encontrar mecanismos para recuperar a participação dos eleitores – PS e PSD perderam em conjunto 848 mil votos desde as legislativas de 2005 – e ao mesmo tempo tentam contrariar o descontentamento das novas gerações, que estão a migrar para novas causas, o que abre espaço a outros nomes e forças na Assembleia da República, de que são exemplo o PAN, o Livre, a Iniciativa Liberal e o Chega. 

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO