Login
Esqueci a password

Se esqueceu o seu Username ou a sua Password envie-nos o seu e-mail e receberá os seus dados de acesso por e-mail.

Se não sabe que endereço de e-mail utilizou no seu registo, por favor contacte os nossos serviços através do nosso e-mail assinantes@jornaldeleiria.pt.

Para procurar palavras exactas utilize aspas. Ex: "Castelo de Leiria" "Jornal de Leiria"
Área restrita

A secção que pretende aceder é restrita a assinantes do Jornal de Leiria. Para se tornar assinante vá à área Assinatura.

Se já for assinante da edição impressa, pode registar-se na edição online, sem custos adicionais.

Caso já tenha um registo, efectue login.

Museus em festa até domingo
Fotografia: Sandra Costa/CML

Cultura

20 Abril 2017

Museus em festa até domingo

Lima Litoral

Até domingo, a região celebra o Dia dos Museus com animação de rua, debates, tertúlias, conferências, exibição de cinema, estreia de exposições, oficinas e passeios fotográficos, concertos, dança e muito, muito mais

Clique na imagem acima para descarregar o programa completo

O Dia Internacional dos Museus celebrou-se no dia 18 em todo o mundo, mas, em Leiria e em algumas cidades da região, a programação estende-se até ao próximo domingo, dia 23, com uma extensa e variada lista de actividades, que vão da animação de rua, a debates, tertúlias, conferências, exibição de cinema, estreia de exposições, oficinas e passeios fotográficos, concertos, dança, literatura, actividades pedagógicas, teatro, percursos e roteiros, visitas guiadas, e até a fusão de videomapping e bailado.

Todos os anos há um tema diferente para o Dia Internacional dos Museus. Em 2017, é o Património Cultural e Turismo Sustentável que serve como mote para a comemoração.

O objectivo é o de alertar entidades e cidadãos para a diversidade e vulnerabilidade do património local, nacional e mundial e para a necessidade da sua protecção.

De Caldas da Rainha a Leiria, compilámos uma lista de coisas a fazer nos próximos dias, sendo que a maioria da programação acontece na capital do distrito.

No seu castelo, no Museu de Leiria, no m|i|mo – museu de imagem em movimento, no Museu do Moinho do Papel, no Agromuseu Municipal - D. Julinha e no Centro de Interpretação do Abrigo do Lagar Velho, no Lapedo.

Uso da água dos monges de Cister e o comboio do Lena Na cidade dos monges cistercienses, a celebração da data vai estar ligada ao modo como aqueles religiosos exploravam as potencialidades da água e o aproveitamento dos recursos hídricos, com uma visita ao antigo sistema hidráulico da Abadia de Alcobaça, no dia 22, com início às 9:30 horas.

O roteiro terá início em frente do Mosteiro de Alcobaça e terminará cerca das 17 horas. O número de participantes está limitado a 30 pessoas. Dado que uma parte da caminhada inclui um segmento subterrâneo facultativo, aconselha-se o uso de uma lanterna. A inscrição é gratuita, mas obrigatória, e deverá ser feita através do e-mail visitas@malcobaca.dgpc.pt.

Na Batalha, o Museu da Comunidade Concelhia (MCCB) e o Município local comemoram a data com a realização de um percurso pedestre no antigo leito do Caminho-de-ferro Mineiro do Lena, havendo espaço a uma recriação histórica e teatral alusiva à antiga actividade das minas de carvão.

A iniciativa tem lugar no dia 23, domingo, com concentração às 9:30 horas no MCCB, e conta com a parceria do Agrupamento de Escolas da Batalha. As inscrições são gratuitas e limitadas, tendo de ser realizadas pelo email geral@museubatalha.com.

Em Caldas da Rainha, o destaque vai todo para um ciclo de palestras. Falamos das Conversas sem idade: olhares diversos sobre o património arqueológico do município, que, entre hoje, dia 20, e domingo, 23 de Abril, marca presença em vários pontos do concelho.

Em Leiria, a primeira acção a marcar a celebração dos museus aconteceu na terça-feira com a inauguração da exposição ReBelDes: Sérgio Luiz e Güy Manuel e um concerto de Surma e Norberto Lobo.

Contudo, o grosso do programa acontece nos próximos dias, sendo que a maior parte das actividades está marcada para o fim-de-semana. Na cidade do Lis há actividades para todas as idades e gostos.

Desde a actuação, amanhã, dia 21, no Museu do Moinho do Papel, de Júlio Pereira, o homem que descobriu e revelou a alma e a beleza do cavaquinho, à de outro músico, no dia 23, às 18 horas, no Castelo, do mestre António Chaínho, que fez parceria com a viola de Fernando Alvim, músicos do grupo de artistas que acompanharam outro mestre, Carlos Paredes, o homem que descobriu que há música – e guitarras portuguesas – “com gente dentro”.

Destaque ainda para amanhã, dia 21, e sábado, dia 22, às 21:30 horas, para o videomapping Viagem ao Museu de Leiria, com bailado da Vórtice Dance Company, no Museu de Leiria, e para uma série de oficinas promovidas em parceria entre o Município, a InPulsar e oFestival A Porta,no m|i|mo – museu da imagem em movimento, no dia 22, a partir das 10 horas, que incluem técnicas de animação, fotografia e projecção de Lanterna Mágica.

Às 12 e às 16:15 horas, nesse dia, passam pelo m|i|mo as curtas do Shortcutz Lisboa e, às 21:30 horas, há concertos com Filho da Mãe e Jibóia. No Museu do Moinho do Papel, hoje, e amanhã, dia 21, a partir das 21 horas, haverá visitas nocturnas àquele espaço pioneiro na Europa na produção de papel.

No domingo, 23, acontece a oficina de origami, A dobrar eu vou criar, a partir das 10:30 horas. No castelo, além de visitas guiadas para os mais novos e público em geral, de hoje até domingo, 23, há ainda encenações do Milagre das Rosas e oficinas de danças do Mundo. Com tanta variedade, o mais difícil será escolher ao que assistir.

Leia mais na edição impressa ou torne-se assinante para aceder à versão digital integral deste artigo.

Jacinto Silva Duro
Redacção Jacinto Silva Duro jacinto.duro@jornaldeleiria.pt






Os comentários são da exclusiva responsabilidade do utilizador