Sociedade

Município de Porto de Mós reabre cemitérios e mercados municipais com restrições

30 abr 2020 18:00

O local de venda será reduzido e condicionado aos interiores dos edifícios dos mercados municipais, tendo zona de entrada e saída distintas.

municipio-de-porto-de-mos-reabre-cemiterios-e-mercados-municipais-com-restricoes
Presença nos cemitérios vai ter tempo limitado.
Ricardo Graça

O Município de Porto de Mós vai reabrir os cemitérios e mercados municipais, embora com restrições para garantir a prevenção de infecção pelo novo coronavírus.

Os dois cemitérios da vila de Porto de Mós, da responsabilidade da Câmara, reabrem este domingo, coincidindo com “uma data especial, o Dia da Mãe”, informa a autarquia numa nota de imprensa.

Já a reabertura do Mercado Municipal em Porto de Mós está prevista para o dia 8 de Maio e a do Mercado Municipal em Mira de Aire para o dia 9 de Maio.

No caso dos cemitérios, além do uso obrigatório de máscaras e do distanciamento social de dois metros, uma das novas regras é a retirada de material, que habitualmente é de uso comum, como baldes regadores, pontos de água, entre outros.

Esta restrição deve-se ao facto das autoridades de saúde considerarem ser de elevado potencial foco de contaminação, dado a utilização e o contacto por um grande número de pessoas, informa ainda o Município.

A permanência dos utentes neste local deverá resumir-se “ao tempo estritamente necessário, num máximo de 30 minutos”, sendo que “o não cumprimento do estipulado poderá levar ao encerramento imediato do cemitério”.

As casas-de-banho nos cemitérios vão ficar fechadas, para protecção de todos, especialmente, os grupos de cidadãos mais vulneráveis.

As visitas não podem tornar-se locais de concentração de pessoas, pelo que se mantém em vigor a proibição de ajuntamentos. Em relação ao número de pessoas nos funerais, regras impostas pelo Governo que por enquanto continuam em vigor, salienta o Município de Porto de Mós.

A Autarquia, liderada por Jorge Vala, pretende assim “permitir o regresso dos utentes a estes espaços de memória importante, para os muitos que desejam velar pelos seus entes queridos já falecidos, após um longo período de interregno provocado pela crise pandémica”.

A reabertura dos mercados municipais também será condicionada no número de pessoas e deverá respeitar as medidas de protecção delineadas pela Direcção-Geral da Saúde, nomeadamente o uso obrigatório de máscara e/ou viseira por todas as pessoas, distanciamento social, higienização das mãos e a etiqueta respiratória.

O local de venda será reduzido e condicionado aos interiores dos edifícios dos mercados municipais, tendo zona de entrada e saída distintas.

Esta medida permite “continuar a manter os mercados municipais, apoiando produtores e vendedores locais a escoar os seus produtos, bem como garantir o acesso aos portomosenses a bens alimentares que ali são comercializados”. 

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.