Economia

Moldes: exportações superam os 675 milhões de euros

2 mar 2018 00:00

Ano de 2017 voltou a bater recordes, aponta a associação representativa do sector, sediada na Marinha Grande

moldes-exportacoes-superam-os-675-milhoes-de-euros-8233
Raquel de Sousa Silva

As exportações de moldes “voltaram a atingir um valor recorde” em 2017, superando os 675 milhões de euros. O ano passado foi, pela sexta vez consecutiva, um dos melhores em termos de produção e exportação, revelou esta segunda-feira a Cefamol.

De acordo com a associação representativa do sector, sediada na Marinha Grande, aquele valor representa um crescimento de cerca de 8% face a 2016, quando as exportações atingiram os 626 milhões de euros. Em 2016, o valor total da produção ficou estimado em 794 milhões (para 2017 o valor não foi ainda revelado).

“Quando comparados com o início da década, mais concretamente com o ano de 2010, os valores das exportações representam mais do dobro do verificado nessa altura, o que é representativo de que Portugal, ao longo dos anos, tem demonstrado uma elevada capacidade de adaptação às necessidades dos seus clientes e à evolução, quer dos mercados quer das tecnologias”, aponta a associação no documento divulgado esta segunda-feira.

“Um outro indicador a destacar, este ainda com referência a 2016, foi a criação de emprego líquido no sector. Desde o inicio da década, ou seja, em seis anos, a indústria de moldes recrutou para as suas empresas cerca de três mil novos quadros”.

As 515 empresas existentes empregam aproximadamente 10.460 pessoas, nas regiões da Marinha Grande e Oliveira de Azeméis.

“Devido ao seu carácter de inovação e de alta intensidade tecnológica, Portugal encontra-se entre os principais fabricantes de moldes a nível mundial: é o oitavo produtor do mundo e o terceiro a nível da Europa, no que a moldes para a injecção de plástico diz respeito, exportando mais de 80% da produção total”.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO