Sociedade

Ministro da Ciência e Tecnologia elogia capacidade do Politécnico

2 abr 2020 21:59

Manuel Heitor visitou esta manhã a região, para conhecer os projectos de equipamentos que a instituição de ensino superior está desenvolver em articulação com o tecido empresarial e com a indústria, para combate à pandemia.

ministro-da-ciencia-e-tecnologia-elogia-capacidade-do-politecnico
Ministro visitou as empresas Iberomoldes e Moldes PR, e o CDRSP, além de outras valências do Politécnico
DR

“O que vimos ao nível da produção de viseiras e de novos equipamentos de apoio médico, como um sistema de ventilação e de equipamento para apoio à actividade cirúrgica, atestam a capacidade acumulada e instalada no Politécnico de Leiria, que está ao serviço de Portugal e dos portugueses”, considera o governante, citado em nota divulgada pelo instituto.

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior visitou a região a convite do Politécnico para conhecer os projectos de equipamentos que a instituição de ensino superior está adesenvolver em articulação com o tecido empresarial e com a indústria, para combate à pandemia.

“O esforço e a mobilização do Politécnico de Leiria para vencermos esta crise e alavancar a actividade económica e social é muito importante”, considerou o ministro, que visitou o CDRSP - Centro para o Desenvolvimento Rápido e Sustentável do Produto do Politécnico de Leiria, onde teve contacto com projectos para impressão de viseiras 3D, para concepção de um protótipo de ventilador e para desenvolvimento de um escudo protector para utilização em cirurgia.

Manuel Heitor visitou ainda as empresas Iberomoldes e Moldes RP, que estão a desenvolver a produção industrial de viseiras.

“Há capacidade de mobilizar o ensino à distância e garantir condições de ensino a todos os estudantes, e há dinamização de centros de investigação, em particular de um centro de prototipagem rápida para apoiar as empresas a desenvolver novos produtos em resposta à situação de emergência, mas também para alavancar a actividade económica, que devem ser particularmente reconhecidos”, elogiou o ministro.

Rui Pedrosa, presidente do Politécnico de Leiria, destaca a importância para o instituto e para a região da visita do ministro, que constitui “o reconhecimento e incentivo aos nossos investigadores e professores que estão no desenvolvimento tecnológico e científico de uma rede colaborativa com várias empresas e associações empresariais e comerciais da região”.

O presidente do Politécnico de Leiria destacou ainda o projecto da viseira em impressão 3D, que teve início com o Movimento Maker Portugal, e que “evoluiu para a injecção, depois da produção do molde, graças à rede colaborativa com várias empresas”, e o projecto de um ventilador protótipo que investigadores da instituição de ensino estão a desenvolver.      

 

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.