Sociedade

Médias de entrada no Politécnico de Leiria subiram na 2.ª fase

3 out 2019 00:00

Concurso nacional de acesso ao ensino superior

A média da maioria dos alunos que entrou nas cinco escolas do Politécnico de Leiria subiu significativamente na segunda fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior.

Comparando com a primeira fase, a nota do último classificado foi mais alta, em alguns casos, dois valores.

À semelhança do que tinha sucedido anteriormente, as licenciaturas em Engenharia Civil e Engenharia Mecânica (pós laboral), na Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG), e em Engenharia Alimentar, na Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM), voltaram a ter pouca procura.

Se em Engenharia Civil, das 25 vagas disponíveis na primeira fase entrou apenas um aluno, na segunda fase não houve qualquer candidato neste curso. Em Engenharia Mecânica entraram dois nesta ronda, mais um do que na anterior.

À semelhança das primeiras colocações, entrou agora um estudante em Engenharia Alimentar. Por outro lado, foram várias as licenciaturas onde as vagas disponíveis ficaram totalmente ocupadas, não sobrando qualquer lugar para a terceira e última fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior.

O Politécnico de Leiria colocou nesta segunda fase mais 414 estudantes (número inclui empates), preenchendo o total de vagas de 36 das suas licenciaturas.

Somando os matriculados da primeira fase e os colocados da segunda fase, ingressaram no Politécnico de Leiria 1.771 novos estudantes através do concurso nacional de acesso, preenchendo 92,5% das vagas colocadas a concurso nas suas cinco escolas.

Para a instituição, este resultado “confirma a tendência de crescimento verificada na primeira fase e afirma o Politécnico de Leiria como instituição de ensino superior de referência a nível nacional”.

Tendo em conta todas as formas de acesso, incluindo os estudantes internacionais, o Politécnico de Leiria tem já mais de 2.150 novos estudantes matriculados nas licenciaturas das suas escolas.

Nas duas fases, a Escola Superior de Saúde preencheu 100% das vagas iniciais disponíveis, a Escola Superior de Arte e Design, de Caldas da Rainha, preencheu 99,1%, seguindo-se a Escola Superior de Educação e Ciências Sociais com 94,8% de ocupação, a ESTG com 88,4%, e a ESTM com 86,8% das vagas disponíveis.

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.