Viver

Marinha Grande chora morte de Norberto Barroca

2 jan 2020 18:14

Câmara decreta luto municipal pelo encenador

marinha-grande-chora-morte-de-norberto-barroca
Norberto Barroca
Daniela Franco Sousa
Daniela Franco Sousa

A presidente da Câmara da Marinha Grande, Cidália Ferreira, decretou luto municipal pela morte de Norberto Barroca, encenador natural daquele concelho, que desapareceu hoje, aos 82 anos.

"Esta é uma triste notícia que muito nos marca. Norberto Barroca foi e será - porque nunca o esqueceremos - um grande marinhense. Artista, encenador de gabarito nacional, figura de reconhecido mérito. Graças a Norberto Barroca boa parte da memória histórica do povo marinhense permanecerá eternamente viva. Obrigada por tudo, Norberto. Ficam as enormes saudades. Até sempre", escreve a presidente na página oficial de Facebook da Autarquia.

O luto municipal irá decorrer durante o dia das cerimónias fúnebres, acrescenta a mesma fonte.

Recorde-se que um dos últimos trabalhos do encenador aconteceu em 2019 na sua terra natal. No âmbito da celebração dos 250 anos da chegada de Guilherme Stephens à Marinha Grande, a Câmara Municipal promoveu uma Recriação Histórica da chegada do empresário britânico à localidade e reactivação da Real Fábrica de Vidros, organizada por Stephens a convite do Marquês de Pombal e do Rei D. José I.

Esta peça, escrita e realizada pelo encenador Norberto Barroca, aconteceu no dia 20 de Outubro no Jardim e Palácio Stephens, juntando um mar de espectadores no centro da cidade.

Barroca esteve também à frente da compilação do livro e CD Palco de Memórias, onde, com direcção musical de Tiago Ferreira, foram compiladas canções do Cancioneiro Popular da Marinha Grande, com a voz de alguns dos melhores músicos locais da actualidade.

 

 

EVENTOS