Login
Esqueci a password

Se esqueceu o seu Username ou a sua Password envie-nos o seu e-mail e receberá os seus dados de acesso por e-mail.

Se não sabe que endereço de e-mail utilizou no seu registo, por favor contacte os nossos serviços através do nosso e-mail assinantes@jornaldeleiria.pt.

Para procurar palavras exactas utilize aspas. Ex: "Castelo de Leiria" "Jornal de Leiria"
Área restrita

A secção que pretende aceder é restrita a assinantes do Jornal de Leiria. Para se tornar assinante vá à área Assinatura.

Se já for assinante da edição impressa, pode registar-se na edição online, sem custos adicionais.

Caso já tenha um registo, efectue login.

Marcelo agradece solidariedade e pede resposta rápida sobre responsabilidades nos incêndios na região Centro

Sociedade

17 Julho 2017

Marcelo agradece solidariedade e pede resposta rápida sobre responsabilidades nos incêndios na região Centro

Em nota colocada no 'site' da Presidência da República, quando passa um mês sobre o incêndio de Pedrógão Grande que fez 64 mortos e mais de 250 feridos, Marcelo Rebelo de Sousa "agradece as sugestões, opiniões, palavras de solidariedade e votos de pesar".

"Depois de termos vivido uma dor sem medida perante uma tragédia quase sem precedente na história do Portugal Democrático, aguardamos pela resposta rápida e exaustiva às interrogações sobre factos e responsabilidades."

Mas, ao mesmo tempo, prossegue Marcelo Rebelo de Sousa, deve-se "louvar o espírito nacional de entreajuda e de reconstrução, que muito tem contribuído para que seja mais rápida a recuperação das pessoas e comunidades atingidas pela tragédia", referindo-se aos donativos conseguidos, no valor de 13,3 milhões de euros.

"Tudo com a visão nacional, sempre demonstrada pela nossa Pátria, ao longo dos séculos, perante as adversidades mais pesadas e complexas", concluiu o Presidente, que se encontra no México em visita de Estado.

Os incêndios de Junho iniciados em Pedrógão Grande provocaram 64 mortos e mais de 200 feridos e consumiram mais de 53 mil hectares.

Os fogos da região Centro afectaram aproximadamente 500 habitações, quase 50 empresas e os empregos de 372 pessoas.

Os prejuízos directos dos incêndios ascendem a 193,3 milhões de euros, estimando-se em 303,5 milhões o investimento em medidas de prevenção e relançamento da economia.

A fileira florestal facturou no ano passado 2.100 milhões de euros.

Lusa

Jornal de Leiria
RedacçãoJornal de Leiria redaccao@jornaldeleiria.pt






Os comentários são da exclusiva responsabilidade do utilizador