Sociedade

Mais de 80% dos pedidos de arborização são para eucaliptos

22 out 2015 00:00

Dois anos após a entrada em vigor da nova lei de arborização, os dados revelam que o eucalipto ocupa 82% da área de novas plantações no distrito

mais-de-80-dos-pedidos-de-arborizacao-sao-para-eucaliptos-2296

Acompanhando a tendência do País, na região os eucaliptos dominam os pedidos de plantação ou de rearborização de florestas ao abrigo da nova lei, que entrou em vigor há precisamente dois anos.

De acordo com dados do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), entre Outubro de 2013 até até ao final de Junho deste ano, foi autorizada a arborização de 2023 hectares no distrito, sendo que em 82% dessa área (1659 hectares) os proprietários fizeram a florestação com eucalipto.

A nível nacional e de acordo com o último relatório do ICNF, referente ao período entre Outubro de 2013 e Dezembro de 2014, foram autorizadas acções de florestação para 11.019 hectares, a maioria (9.216 hectares) para ocupar com eucalipto.

Segundo esse documento, Leiria integrava, a par de Pombal, Cantanhede, Tondela e Mação, o grupo de concelhos com maior número de processos. Em Ourém, até Junho último, o ICNF aprovou 124 processos, o que corresponde a uma área de 242 hectares, 80% dos quais para eucalipto.

Os números não surpreendem as associações ambientalistas, que alertam, inclusive, para o facto de os dados pecarem por defeito, uma vez que não incluem as plantações ilegais, feitas sem autorização das entidades oficiais.

“A realidade é ainda mais grave”, adverte Domingos Patacho, do grupo de trabalho da floresta da Quercus, denunciando a existência de “muitas plantações realizadas às escondidas, sem qualquer projecto ou pedido de autorização”.

Leia mais na edição impressa ou faça registo e descarregue o PDF gratuitamente

EVENTOS