Sociedade

Libélula rara identificada nas margens do rio Lis

13 jun 2019 00:00

Único avistamento da espécie em ambiente urbano registado em Leiria.

libelula-rara-identificada-nas-margens-do-rio-lis-10359
Maria Anabela Silva

É vulgarmente conhecida por Libélula-esmerada (Oxygastra curtisii). Habita em linhas de água de pequena e média dimensão, “ricas em vegetação”, e a sua distribuição está restringida ao sudoeste europeu (Portugal, Espanha, sul de França e Itália) e a Marrocos. Até agora, não existiam registos da sua presença em ambientes urbanas. Não havia, mas já há. E, precisamente, em Leiria.

Exemplares da espécie foram avistados nas margens do rio Lis, nas traseiras das instalações do Isla, em São Romão. Albano Soares, naturalista e entomólogo ligado ao Tágis - Centro de Conservação das Borboletas de Portugal, conta que a identificação decorreu no âmbito dos trabalhos de levantamento de dados para a criação de uma estação da biodiversidade no Lis.

“Num dos pontos, junto ao Isla, foram avistadas ninfas [uma das metamorfoses dos insectos] e adultos, o que significa que a espécie se reproduz ali”, explica o especialista, frisando que esta “é a primeira vez” que a Oxygastra curtisii “é identificada em ambiente urbano”.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO