Sociedade

Judiciária apanha suspeitos de roubos violentos na região

11 dez 2019 15:17

Suspeitos actuavam num quadro de “grande violência”.

judiciaria-apanha-suspeitos-de-roubos-violentos-na-regiao

A Polícia Judiciária (PJ) de Leiria anunciou ontem, quarta-feira, a detenção de sete indivíduos suspeitos da prática de roubos “violentos” ocorridos nas zonas da Batalha, Caldas da Rainha, Peniche, Rio Maior, Torres Novas e Lourinhã. Os crimes aconteceram entre Dezembro de 2018 e Março deste ano e envolveram também sequestros, incêndio de viaturas e falsificação de matrículas.

Em comunicado, a PJ adianta que os actos criminosos visavam assaltar postos de abastecimento de combustível, estabelecimentos comerciais, viaturas de transporte de tabaco, residências, bem como vítimas na via pública. Na sua execução, os autores “usaram armas de fogo, existindo vários casos em que foram efectuados disparos, indiscriminadamente e com elevado risco para a integridade física das vítimas, num quadro de grande violência, também, através de agressões físicas”, descreve aquela nota de imprensa.

As detenções ocorreram na sequência de uma operação desencadeada esta terça-feira, que envolveu 27 buscas domiciliárias e 18 não domiciliárias, que incidiram nas zonas de Peniche, Nelas, Guarda, Torres Novas e Alenquer. Além das sete detenções, homens com idades entre os 20 e os 50 anos, resultou ainda a apreensão de material probatório utilizado nos referidos roubos.

Nesta operação, coordenada pelo Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária, estiveram também envolvidos meios da Directoria do Centro, dos Departamentos de Investigação Criminal de Aveiro e da Guarda da Polícia Judiciária, da GNR de Mangualde e Nelas e da PSP de Torres Novas e de Peniche.

À hora de fecho desta edição, os detidos iam ainda ser presentes a tribunal para conhecerem as medidas de coação a aplicar.

 

EVENTOS