Login
Esqueci a password

Se esqueceu o seu Username ou a sua Password envie-nos o seu e-mail e receberá os seus dados de acesso por e-mail.

Se não sabe que endereço de e-mail utilizou no seu registo, por favor contacte os nossos serviços através do nosso e-mail assinantes@jornaldeleiria.pt.

Para procurar palavras exactas utilize aspas. Ex: "Castelo de Leiria" "Jornal de Leiria"
Área restrita

A secção que pretende aceder é restrita a assinantes do Jornal de Leiria. Para se tornar assinante vá à área Assinatura.

Se já for assinante da edição impressa, pode registar-se na edição online, sem custos adicionais.

Caso já tenha um registo, efectue login.

Jerónimo! é negócio de família
Gil, Nuno e Luís Jerónimo (Fotografia: Ricardo Graça)

Cultura

12 Outubro 2017

Jerónimo! é negócio de família

Indie. Gil, Nuno e Luís aproveitaram uma folga e criaram uma banda.

Leiria tem mais uma banda. A afirmação não é, por estes dias, grande novidade, dada a criatividade musical e a quantidade de projectos que nascem quase todos os meses na cidade do Lis. Mas este grupo é especial.

A música é indie de base electrónica e reúne três dos mais experiências músicos locais. Os Jerónimo! poderiam ter sido um quarteto famoso como o conhecido Quarteto dos 3 irmãos Paulo e Pedro, não fosse Paulo, o mais velho dos irmãos, não pertencer à banda e não haver quaisquer registos de um Pedro no grupo.

Resta a satisfação de serem, efectivamente, um trio e de serem todos filhos dos mesmos pais. Nuno "Rancho", Gil e Luís nasceram no seio da família Jerónimo, na Bajouca, Leiria, e, no currículo, ostentam várias formações onde já tocaram juntos, mas esta é a primeira vez que estão reunidos em trio, dando corpo - e barba - ao projecto Jerónimo!

Assim mesmo, com um ponto de exclamação no final, como se de um grito de afirmação de personalidade se tratasse. Líder da banda, ou "frontman", como se diz no meio musical, é coisa que, nos Jerónimos!, não existe, pelo que, na formação, reina uma espécie de desordem organizada e respondem todos às perguntas que lhes fazemos, umas vezes concordando, outras discordando, até ao consenso final.

Com os Les Crazy Coconuts e Nice Weather for Ducks de férias, e com Few Fingers a trabalhar na pré-produção do novo disco, que deverá chegar pela mão da Omnichord Records, em Outubro do ano que vem, os músicos sentiram-se confiantes para apostar no negócio da família.

Rancho, o mais velho dos três e o único com nome artístico, tem na bagagem já várias formações e projectos musicais onde participou, como os Few Fingers, The VMen, ou Texas Killer Bee Queen, além de ter produzido alguns dos trabalhos das bandas da chamada "nova música de Leiria".

Gil Jerónimo, o irmão do meio, tem sido vocalista e compositor - e dançarino de sapateado - dos Les Crazy Coconuts, entre outros projectos musicais, como Los Atléticos, We Should Dance Anyway ou Monomonkey.

Por fim, Luís Jerónimo, o mais novo, é a voz dos Nice Weather for Ducks, a banda que serviu como rampa de lançamento da Omnichord Records e da "nova música de Leiria".

 

LER MAIS

Faça para ler a totalidade do artigo ou registe-se e aceda à versão integral deste texto

Jacinto Silva Duro
Redacção Jacinto Silva Duro jacinto.duro@jornaldeleiria.pt






Os comentários são da exclusiva responsabilidade do utilizador