Sociedade

Inclusão de líder dos TSD afasta Pimpão e gera “indignação” no PSD distrital

1 ago 2019 00:00

Insatisfeito com a Direcção Nacional, Rui Rocha terá ameaçado demitir-se

inclusao-de-lider-dos-tsd-afasta-pimpao-e-gera-indignacao-no-psd-distrital-10523
Maria Anabela Silva

Uma, a de Feliciano Barreiras Duarte, era uma saída mais ou menos esperada. A outra, a de Pedro Pimpão, foi inesperada, face à unanimidade que o nome reuniu nos órgãos locais e distritais do partido.

Certo é que os dois actuais deputados vão ficar de fora da lista de candidatos do PSD por Leiria, aprovada na terça-feira, pelo Conselho Nacional, onde a Direcção Nacional impôs como número três Pedro Roque, secretário-geral dos Trabalhadores Sociais-Democratas (TSD).

Ao que o JORNAL DE LEIRIA apurou, esta imposição gerou “indignação” entre os sociais-democratas do distrito, incluindo o presidente da distrital, Rui Rocha, que convocou uma reunião, com carácter de urgência, da Comissão Política, que terá decorrido ontem à noite, já depois do fecho desta edição.

Fontes do partido admitiram ao JORNAL DE LEIRIA que o líder da distrital poderia mesmo pôr o lugar à disposição.

Confrontado com essa possibilidade, Rui Rocha remeteu o assunto para a referida reunião. Contudo, não escondeu o descontentamento pela decisão ratificada pelo Conselho Nacional.

“A lista aprovada não representa a proposta que a distrital apresentou e ficou condicionada por duas indicações das estruturas nacionais: a cabeça-de-lista e o secretário-geral dos TSD”, afirma o líder da distrital, que considera “pouco razoável” que, “num círculo eleitoral com a dimensão de Leiria, haja duas pessoas indicadas pela Direcção Nacional”. Facto que diz ser “uma desconsideração política por aquilo que o distrito tem dado ao PSD”.

Vários militantes ouvidos pelo JORNAL DE LEIRIA interpretam a imposição de Pedro Roque para número três como “uma vingança” pela posição da distrital, que se opôs à inclusão na lista de Feliciano Barreiras Duarte, ex-secretário geral do PSD afastado do cargo na sequência de várias polémicas relativas à sua carreira académica e a ajudas de custo que recebeu como deputado.

A Direcção Nacional fez pressão para que o ainda deputado fosse incluído nas listas, mas acabou por ceder. Em contrapartida, não abdicou de integrar o dirigente dos TSD entre candidatos por Leiria, o que veio a custar o lugar a Pedro Pimpão, que nas últimas legislativas ocupou a terceira posição da lista da coligação Portugal à Frente (PSD/CDS-PP).

Agora, com a entrada de Pedro Roque, Pedro Pimpão foi relegado para o quinto lugar, posição que recusou.

O JORNAL DE LEIRIA tentou, sem sucesso, obter um comentário do ainda deputado, mas tal não foi possível. Numa mensagem publicada na sua página do facebook, Pedro Pimpão conta que, “há largos meses”, tinha informado os dirigentes do partido que “colocava o lugar à disposição.

Ainda assim, “o meu nome foi indicado (por unanimidade) para integrar a lista do PSD pelo círculo eleitoral de Leiria às próximas eleições legislativas.

Analisada a proposta que me foi feita e depois de uma reflexão pessoal, decidi não aceitar este convite para integrar a lista de Leiria, em coerência com o meu percurso cívico e os valores que defendo”, escreveu o social-democrata, sem especificar a proposta a que se refere.

Quatro mexidas no top 5

Também de saída da lista por Leiria está, por vontade própria, Teresa Morais, que entrou em ruptura com a actual liderança do PSD, e José António  

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO