Viver

'Incluir com Arte' combate exclusão social

6 nov 2017 00:00

Aposta do Orfeão de Leiria, da InPulsar, do Lar de Santa Isabel, da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral de Leiria e do Alto Comissariado para as Migrações.

incluir-com-arte-combate-exclusao-social-7497
Jacinto Silva Duro

Usar a arte para combater a exclusão social é a mais recente aposta do Orfeão de Leiria, da InPulsar, do Lar de Santa Isabel, da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral de Leiria e do Alto Comissariado para as Migrações, através de quatro projectos que vão levar o ensino da música e da dança a jovens de etnia cigana, institucionalizados, autistas e de comunidades estrangeiras.

As iniciativas Giróquestra, Danç’Arte, Artes & Autismo, e Abraç’ArtesInterculturalidade integram o Incluir com Arte, um programa que o Orfeão de Leiria e os seus parceiros apresentaram na semana passada, no Centro de Diálogo Intercultural de Leiria.

O Giróquestra, que tem à frente a Escola de Música de Orfeão, é direccionado para a inclusão e criação de uma orquestra com crianças ciganas sendo uma parceria com a InPulsar, no âmbito do GiroóBairro. É financiado pelo POISE.

O Danç’Arte, orientado pela Escola de Dança do Orfeão, integra utentes do Lar de Santa Isabel, entre os 12 e os 14 anos, em aulas de dança. Não é financiado.

Já o Artes & Autismo é destinado a jovens autistas, com o objetivo de estimular a sua criatividade e bem-estar emocional e social. Esta parceria com a APPDA resultará numa peça musical, que será exibida a 24 de Novembro no TJLS.

Por fim, o Abraç'Artes conta com o apoio do Alto Comissariado para as Migrações, é financiado pelo Fundo Asilo, Migração e Integração e tem o objectivo de criar um cancioneiro com as tradições musicais dos alunos estrangeiros do Orfeão e seus familiares.