Sociedade

Fundação AMI promove acção de reflorestação no Pinhal de Leiria

19 nov 2020 18:26

Intervenção decorre este fim-de-semana e o objectivo é plantar cerca de 10 mil árvores, abrangendo perto de 10 hectares.

fundacao-ami-promove-accao-de-reflorestacao-no-pinhal-de-leiria
Incêndio de 2017 destruiu cerca de 83% do Pinhal de Leiria
Ricardo Graça

A Fundação AMI promove, este fim-de-semana, uma acção de reflorestação no Pinhal de Leiria. O objectivo é plantar 10 mil árvores, abrangendo uma área com cerca de 10 hectares. 


A acção decorre no âmbito do projecto Ecoética, um programa cooperativo iniciado em 2011, que já se traduziu na plantação de mais de 24 mil árvores, recuperando terrenos “devolutos” e áreas ardidas. 


As zonas Monchique e de Gois, atingidas nos últimos anos por grandes fogos florestais, o Parque Natural da Serra da Estrela e a Serra de Santa Justa (Valongo), foram algumas das áreas beneficiadas com este projecto. 


A Fundação AMI explica que, no caso das zonas afectadas por incêndios, cada intervenção conta com várias fases, “incluindo não só a reabilitação do terreno ardido, mas também a monitorização e acompanhamento após reflorestação.


“Os terrenos intervencionados são públicos ou de gestão pública e as ações são de carácter exclusivamente conservacionista, sem qualquer objectivo comercial”, sublinha aquela fundação. 


O Pinhal de Leiria, cujo incêndio de 2017 destruiu cerca de 83% da sua área, é o próximo 'palco' de intervenção do projecto Ecoética. “O objectivo é plantar 10 hectares ou seja 10 mil árvores”, refere uma informação, frisando, contudo, que “este valor está dependente dos fundos angariados”. 

 

Assine Já Login

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?
Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.