Sociedade

Feliciano Barreiras Duarte: do céu ao inferno em 15 dias

15 mar 2018 00:00

Recém-eleito secretário-geral do PSD, o deputado é suspeito de uso indevido do título de investigador convidado. A PGR já abriu um inquérito.

feliciano-barreiras-duarte-do-ceu-ao-inferno-em-15-dias-8328
Maria Anabela Silva

Adensam-se as dúvidas e a polémica em torno do currículo de Feliciano Barreiras Duarte, deputado eleito por Leiria e secretário-geral do PSD, que terá usado indevidamente o estatuto de investigador convidado (visiting scholar) na Universidade da Califórnia, em Berkeley.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) anunciou, esta terça- -feira, uma investigação ao caso e a reitoria da Universidade Autónoma de Lisboa revelou ao jornal digital Observador que irá analisar o processo de doutoramento que Barreiras Duarte está a fazer na instituição, para averiguar se o estatuto de visiting scholar teve influência na dispensa de frequentar aulas.

O deputado, que já retirou essa referência do currículo, emitiu, na terça-feira, um comunicado onde afirma que “nada” fez de “errado no processo de Berkeley”. Diz ainda que a abertura de um inquérito por parte da PGR vai ao encontro dos seus “profundos desejos de ver esta situação cabal e completamente esclarecida”.

O caso foi revelado na última edição do semanário Sol, num artigo que citava o gabinete de relações públicas da Universidade da Califórnia que assegurava não ter sido encontrada qualquer documentação de que Feliciano Barreiras Duarte alguma vez tenha sido oficialmente visiting scholar na instituição.

No artigo Sol havia ainda declarações de uma professora da universidade assegurando o documento apresentado por Barreiras Duarte que referia que este “se encontrava inscrito nesta universidade com o estatuto de visiting scholar” era “forjado”. Dizia-se ainda disponível para “declarar em tribunal que esse documento é uma falsificação”.

Só que, dois dias depois, numa nota enviada ao Observador, a docente parece dar o dito por não dito. “O documento apresentado pelo Dr. Feliciano Barreiras Duarte com a minha assinatura, exarado a 30 de Janeiro de 2009, certifica apenas e somente a sua inscrição para, no âmbito do seu doutoramento em ciência política” vir a realizar uma estadia em Berkeley com o estatuto de visiting scholar.

Para Feliciano Barreiras Duarte, esta posição vem dar “como verdadeiro um documento que antes tinha garantido que era falso”. Ou seja, “a principal e mais grave acusação de que tinha sido alvo, a de falsificação de documentos”, “cai por terra”, alega o secretário-geral do PSD, que refere ainda que, “depois de tudo esclarecido”, se reserva ao direito de “usar todos os meios legais” para “recuperar” a reputação e ser “ressarcido das perdas e danos morais”.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Já é assinante? Inicie aqui
SAIBA COMO