Sociedade

Estudos concluem que aviação civil é viável em Monte Real

28 set 2017 00:00

Potencial de tráfego entre 600 mil a 1,1 milhões de passageiros por ano

estudos-concluem-que-aviacao-civil-e-viavel-em-monte-real-7230
Maria Anabela Silva

A abertura da Base Aérea n.º 5 à aviação civil é uma operação “viável”. Essa é a conclusão do estudo Análise do potencial de tráfego aéreo civil do aeroporto de Monte Real, apresentado esta terça-feira durante a reunião de Câmara de Leiria e que complementa um outro divulgado na semana passada pelo município da Marinha Grande, que aponta também a viabilidade da operação.

Os estudos identificam a necessidade de um investimento na ordem dos 20 milhões de euros, para a construção do terminal e para um “conjunto de readaptações ao nível da infra-estrutura”, onde se inclui o reforço da pista, estrutura para armazenamento de combustível, placas de estacionamento hangar de manutenção”, refere uma nota de imprensa da Câmara da Marinha Grande.

Segundo explicou um representante da Roland Berger, consultora que fez os estudos, durante a reunião de Câmara de Leiria, a análise do potencial de tráfego civil em Monte Real estima que, na fase de arranque, a estrutura venha a ser utilizada por 600 a 620 mil pessoas/ano, prevendo-se que a longo prazo se chegue a 1,1 milhões de passageiros anuais, através de sete a dez rotas frequentes e alguns voos charter.

[p
Este conteúdo é exclusivo para assinantes

Sabia que pode ser assinante do JORNAL DE LEIRIA por 5 cêntimos por dia?

Não perca a oportunidade de ter nas suas mãos e sem restrições o retrato diário do que se passa em Leiria. Junte-se a nós e dê o seu apoio ao jornalismo de referência do Jornal de Leiria. Torne-se nosso assinante.

Se efectivar a sua assinatura durante o mês de Maio, 10€ reverterão para o combate à fome na nossa região.

#SEMFOMENAREGIÃO

Junte-se a uma grande causa

Ao assinar o Jornal de Leiria durante o mês de Maio, está a contribuir com 10€ para o combate à fome na nossa região.

Uma iniciativa com o apoio Makro

Saiba mais aqui.