Sociedade

Dois investigadores da região premiados pela Gulbenkian

28 jan 2016 00:00

Prémio atribuído a cientistas com menos de 26 anos

João Vareda FOTO: DR
João Calmeiro FOTO: DR
João Calmeiro FOTO: DR
João Calmeiro FOTO: DR
Jacinto Silva Duro

João Calmeiro, investigador da Universidade de Coimbra (UC) natural da Marinha Grande, e João Vareda, investigador da mesma instituição, natural de Leiria, foram distinguidos pela Fundação Calouste Gulbenkian (FCG) com uma bolsa de estudo de 12.500 euros.

João Calmeiro, do Centro de Neurociências e Biologia Celular, investiga uma proteína importante - canalrodopsina-2 - que poderá ser utilizada como ferramenta contra a cegueira causada por degeneração da retina, uma patologia que afecta mundialmente mais de 15 milhões de pessoas, explica a UC.

Distinguido com uma bolsa de investigação com o mesmo valor foi também João Vareda, do Centro de Investigação dos Processos Químicos e Produtos da Floresta da Faculdade de Ciências e Tecnologia da mesma universidade, que se foca no desenvolvimento de um aerogel à base de sílica, para utilizar na remediação de solos contaminados com metais pesados, adianta ainda o comunicado da UC.